Resenha do livro: Vou lhe Mostrar o Medo de Nikolaj Frobenius

terça-feira, 5 de novembro de 2013




                   Título original: Jeg skal vise dere frykten
                   Geração editorial
                   Literatura estrangeira/Suspense
                   Número de páginas: 296

Sinopse: Edgar Allan Poe (1809-1849), o célebre poeta e autor de histórias de terror, bem como criador do gênero policial na literatura, é o protagonista deste romance de suspense psicológico, que discute os limites da criação literária e a responsabilidade moral da arte. Nele vemos o jovem escritor norte-americano afligido pela pobreza, angustiado com a enfermidade da sua frágil esposa e assombrado por um maníaco que comete assassinatos inspirados nos seus escritos, além de sabotado em sua carreira pelo crítico literário Griswold, que lhe dedica um misto de admiração e ódio. Publicado em toda a Europa, traduzido em dez idiomas e plagiado por Hollywood, este romance premiado marca a estreia, no Brasil, de Nikolaj Frobenius, um dos grandes expoentes da moderna literatura norueguesa. 

Confesso que mesmo sendo uma amante do gênero policial na literatura eu nunca li nenhum conto do Edgar Allan Poe, o criador do gênero, além de poeta e contista. Isso é uma vergonha, mas depois que li esse livro que tenta desvendar os mistérios da vida real de Poe, eu me interessei pela leitura dos contos, já que alguns trechos de suas obras são citadas durante a leitura.

O livro  fala sobre a vida do autor que nasceu em 1809 na Víginia, EUA. Não é uma biografia, mas sim um suspense psicológico centrado na pessoa de Poe. Eu nunca tinha lido nada parecido, então achei a proposta de Nikolaj muito interessante e que transforma Poe num personagem enigmático, já que tem um mistério por trás do livro.

Tudo começa com a morte de Rufus Griswold, um crítico literário que passou sua vida inteira amando e odiando Poe e sua obra. Griswold fica bem próximo de Poe, mas apesar de o achar um gênio, quer difamar sua carreira. Depois vamos acompanhando a infância até a morte de Poe e sua vida não foi nada fácil porque ficou órfão cedo e foi adotado, mas teve conflitos com seu pai adotivo. Na vida adulta seu sonho de ser um escritor famoso se fortaleceu e ele batalhou muito, mas enfrentou muitas dificuldades como a doença de sua frágil esposa Virginia, a pobreza porque ser escrito nessa época era dificílimo e a descoberta de um psicopata que está reproduzindo os crimes de suas obras.


"- Eis que um dia, um dos meus poemas é publicado num jornal e a cidade inteira quer conhecer o seu autor. Sou convidado para os saraus, bebo chá com editores e degusto docinhos com romancistas. E sabe de uma coisa? Eu adorava isso mais que tudo no mundo; nem por um momento pensei na amargura outrora despejada por mim sobre esses lugares que eu agora frequentava com a maior alegria". pág 193 

Nos são apresentados artigos de jornal e cartas que são enviadas a Poe pelo assassino. Através das cartas vamos conhecendo seus os motivos, mas o mistério logo é revelado e não é tão surpreendente, porém é bem pensado e muito coerente. A grande sacada do livro não é deixar o assassino para o final, mas sim fazer o leitor roer as unhas com as ações dele. Poe se desespera com toda essa situação e além disso, precisa lidar com Griswold que sempre que pode escandaliza o autor. O assassino é bem próximo de Poe e sente um sentimento muito forte por ele e através de suas cartas é possível entender toda a sua motivação.

O grande diferencial do livro é a possibilidade de conhecermos mais sobre esse grande ícone da literatura de uma forma divertida e impressionante, porque toda a trama é muito bem elaborada e tem um quê de verdade. Poe foi um homem que não desistiu de seu sonho e lutou por ele até o final da vida quando morreu aos 40 anos de forma desconhecida. Ele conseguiu realizá-lo, já que até hoje lembramos de seu nome e lemos seus livros.

Griswold também é um personagem diferente, já que ao mesmo tempo que nutre uma admiração por Poe, sente ódio por ele e sempre que pode tenta arruinar sua fama. Eu achei o livro ótimo, o final foi perfeito e a última frase está maravilhosa porque faz sentido até hoje. Em cada capítulo está escrito o ano, a cidade do acontecimento e sobre quem o narrador narra: Poe, Griswold ou Samuel.

A narrativa está em terceira pessoa e é muito fluída e gostosa de ler. A diagramação está fantástica com páginas pretas, detalhes caprichados e desenhos. As páginas são amareladas e a capa ficou ótima mostrando Poe e um corvo, personagem mais famoso de um de seus contos. A editora está de parabéns pelo belo trabalho.

Super recomendado para os fãs de Poe e para quem gosta de um suspense psicológico.

34 comentários:

  1. Olá Joyce,

    Também gosto muito do gênero, mas não li nada do autor ainda, mas depois da sua resenha vou procurar colocar na minha lista...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br


    ResponderExcluir
  2. Olá Joyce!
    Esse livro não faz nem um pouco o meu estilo, rs.
    A capa é linda, e o título também, mas meu interesse acaba por ai...
    Não gosto de suspenses desse estilo, portanto, não acho que vou ler o livro tão cedo, rs.
    Ótima resenha!
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,
      Temos que ler o que gostamos mesmo :)
      Obrigada
      bjs

      Excluir
  3. Adoro esse gênero!
    Edgar Allan Poe é um gênio, você deveria ler suas obras, mas para compreende-las melhor, é mais interessante ler em inglês.
    Uma de suas obras mais famosas é o poema "O corvo" nessa obra, o corvo repete vária vezes "Nunca mais, nunca mais" mas a ideia dessa frase, era imitar um som de um corvo, no original "Never more, never more" se você observar o som fica realmente parecido com um corvo!
    Fiquei super curiosa, e vou adorar ler esse livro!
    A observação sobre o plágio Hollywoodiano é bastante relevante, já que me lembro de ter visto um trailer parecido! Planejava assistir ao filme, mas agora quero ler o livro antes! E eu amo narração em terceira pessoa *-*
    Adorei a resenha! Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Belle,
      Eu também!
      Vou ler sim. Acho que adorará esse livro.
      Obrigada
      bjs

      Excluir
  4. Nosssa pareceu muito bom, não conhecia o livro porém já li muita coisa de Poe.
    Adoro esses livros de suspense psico <3
    Obrigada pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angel,
      Certeza que vai adorar o livro :)
      bjs

      Excluir
  5. Olá vim hoje aqui pedir o seu voto, estou participando da seleção para ganhar o troféu
    Você tbm poderá ganhar, entre este link e vote no meu blog, conto com o seu voto.beijo
    http://agendadosblogs.blogspot.com.br/2013/11/selecao-dos-melhores-blogs-da-agenda.html

    http://drea-amigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Eu vi a resenha desse livro e fiquei encantada, sabe, quando o personagem é diferente, bem, a história muda completamente. Dá mais vontade de ler, sabe? Eu gosto muito de livros assim.


    Abraço :)
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lú,
      Esse livro é muito bom. Poe está ótimo.
      bjs

      Excluir
  7. Olá
    Gostei muito da resenha
    Mas este não é exatamente o meu tipo de livro, rs
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, gostei da postagem ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  9. Muito criativo
    Baseado em um clássico, já começa chamando atenção

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Gostei da resenha, mas nao curto muito suspense
    http://umagarotacitouu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Opa, esse parece interessante. Adoro Poe, aliás. Recentemente, vi o filme "meio boca" com John Cusack. Gostei mesmo dessa sugestão. Foi esperto do autor aproveitar toda a aura de mistério que cerca o atormentado Dr. Poe para escrever um romance.

    Seu blog é muito bacana.

    Valeu pelas visitas ao meu.

    Te seguindo aqui.

    Bk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleiton,
      Que bom que se interessou :)
      Obrigada
      bjs

      Excluir
  12. Oie,
    não sei se leira, não sou mto fã do gênero.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  13. Hey!
    Tenho esse livro por aqui, preciso começar a leitura.
    Não tinha lido nenhuma resenha sobre,
    Me deixou curiosa o fato de dizerem que a série 'The Following' é plágio haha

    Ótima resenha

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Oi Joyce! Eu estou na metade do livro, e achando bem sombrio em alguns aspectos, é meu primeiro contato com algo referente ao Poe, e estou bem intrigada com este escritor.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida,
      Ele tem partes sombrias mesmo. É muito intrigante.
      bjs

      Excluir
  15. Sou super fã do Edgar, entretanto só li um livro dele, e ainda nem assiti o corvo, mas pretendo.

    Legal a resenha, conheço muito pouco a obra dele (e ainda assim me coloco como fã) hehe


    Seguindo, retribui?
    http://www.wondermarcelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo,
      Eu preciso assistir também.
      Obrigada
      bjs

      Excluir
  16. Hum...adoro! Gosto muito do Poe e esse livro me chamou bastante atenção. Quero ler...a capa ficou linda!
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paloma,
      Que bom que gostou :)
      A capa tá linda!
      bjs

      Excluir
  17. Joyce! Quando vi o release dos últimos posts do seu blog, não resisti ao notar essa resenha. Parabéns viu? Sou M.U.I.T.O fã do Edgar! Beijão!

    @itsmeantonnio

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog.
Deixe seu link para que eu possa retribuir.
Obrigada e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...