Editora parceira: Belas-Letras

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013
Olá,

Estou muito feliz porque o blog firmou parceria com a editora Belas-Letras \0/. Conheça melhor a editora e seu próximo lançamento!






A Belas-Letras é uma editora jovem, nascida em abril de 2008, com o compromisso de promover o prazer pela leitura e fortalecer a relação afetiva das pessoas com os livros. Para a Belas-Letras, ler é se emocionar e se divertir a cada página. Trabalhamos para transformar cada leitura em uma experiência prazerosa e inesquecível para os nossos leitores.

Somos uma das primeiras editoras brasileiras a publicar livros licenciados sobre futebol, em parceria com os grandes clubes brasileiros, estimulando a leitura e a união entre pais e filhos por meio dessa que é nossa paixão nacional. Além do esporte, a Belas-Letras investe em outros assuntos, como livros sobre música, esportes em geral, humor, desenvolvimento pessoal, bem-estar, blogs, livros infantojuvenis, livros-brinquedo e livros-presente, sempre com o objetivo de surpreender e encantar o leitor com bom conteúdo e esmero nas edições.

O maior patrimônio da Belas-Letras são seus leitores e seus escritores, ou seja, quem escreve e quem lê. De um lado, temos em nosso catálogo nomes como Humberto Gessinger, Helio de La Peña, Gabriel o Pensador, Serginho Groisman, Nando Reis, Tico Santa Cruz, Luís Augusto Fischer, Eduardo Bueno e Mauro Beting, entre outros. Do outro lado está você, o leitor, nossa razão de existir – e a dos nossos livros também.



Lançamento


Pré-venda Tesão – Livro autografado + marcador de página + frete grátis*

Tico Santa Cruz

128 páginas

9788581740768

*ATENÇÃO: POSTAGEM DOS LIVROS COMPRADOS APENAS A PARTIR DO DIA 15.02.2013


Esqueça a ordem poética da sedução neste livro de Tico Santa Cruz, vocalista do Detonautas Roque Clube. Porque os contos e poemas eróticos de Tesão conduzem o leitor a um mundo sem limites, sem preconceitos. A uma atmosfera enigmática que instiga a imaginação e desperta o desejo por uma aventura que entorpece o corpo. Carne, sexo, violência e força – o encontro de dois animais num confronto vital pela continuação da existência. O primitivo, o condenável, o que os outros não têm coragem de levar adiante por medo do pecado e do julgamento divino. Um prazer que assassinou a culpa, depois cuspiu o sangue no chão.



Maiores informações no site, na fanpage e no twitter da editora.

Resenha do livro "O Mistério do Círculo" de Leandro Luzone

terça-feira, 29 de janeiro de 2013


     


                 Editora Novo Século - Selo novos talentos da literatura brasileira
                Literatura Nacional - Mistério/Policial
                Número de Páginas: 432


Sinopse: Em Londres, no século XXI, um padre e uma sacerdotisa de uma antiga ordem mística, conhecida como Círculo, envolvem-se em um inusitado caso de amor e tentam ajudar a Scotland Yard a descobrir a identidade do assassino, chamado pela imprensa britânica de O Inquisidor de Londres. Todas as suspeitas apontam a participação da Congregação para a Doutrina da Fé – um órgão da Igreja que substituiu a Inquisição – nos assassinatos das sacerdotisas com instrumentos de tortura e execução.


Obrigada ao autor por ter disponibilizado o livro para a resenha.

Li esse livro em uma ótima hora porque estava ansiando a leitura de um livro com esse estilo, pois é um dos meus gêneros preferidos, recheado de mistério e policial, unindo informações históricas super interessantes, por isso a leitura fluiu rapidamente e de forma muito prazerosa.

A história se inicia com assassinatos de sacerdotisas celtas por um assassino que se auto denomina O Inquisidor de Londres. Uma das sacerdotisas Ayna, uma cientista que pesquisa a cura do mal de Alzheimer através da células-tronco está na lista para morrer e com essa pesquisa ela conhece Gianluca Bonera, um padre que está buscando a cura para a sua mãe com Alzheimer mesmo que as célula-troncos não sejam liberadas pela igreja.

Através desse encontro Ayna e Bonera vão se aproximando cada vez mais e descobrem o amor, mas ao mesmo tempo tentam ajudar o inspetor Moreton na solução do caso antes que Ayna seja a próxima vítima. As mulheres que são assassinadas são sacerdotisas do círculo, uma ancestral ordem mística celta na qual Ayna é responsável por um dos oito sabás existentes, um para cada sacerdotisa.

A Scotland Yard busca encontrar o assassino de qualquer forma e descobre que a Congregação para a Doutrina da fé, a seção de Cúria Romana que substitui a Inquisição pode estar envolvida no caso, já que as sacerdotisas estão sendo executadas com instrumentos assustadores e macabros da Inquisição e são colocados em seus pescoços uma cruz de ferro gravada nela Sancti Officu.

No decorrer do livro vão sendo descritas as seções de tortura e execução das vítimas. É uma morte pior que a outra (como a inquisição é um assunto que gosto de estudar, o livro foi uma ótima oportunidade de conhecer melhor esse assunto). Os instrumentos para vocês terem uma idéia são: mesa da evisceração, roda do despedaçamento, esmaga cabeça entre outros. Terríveis!!!

As paisagens do livro são Londres e sua proximidade, aonde serão realizadas as cerimônias dos sabás e Itália. Elas são muito bem descritas. O livro apresenta capítulos curtos cada um com uma data e a cidade que está inserido e a história ao todo apresenta a duração de 1 ano, deixando a narrativa muito mais rápida e envolvente.

As sacerdotisas sempre são mortas nos dias que serão realizadas as cerimônias da Roda do Ano Celta, deixando Ayna como a última vítima. No meio disso, Bonera começa a companhar as cerimônias e se envolve com essa nova percepção do mundo.

O livro apresenta bastante diálogos sobre os mistérios da vida e sobre a filosofia celta (isso me cansou um pouco por isso dei 4 estrelas, mas é pertinente na história). Agora a resolução do mistério foi sensacional, muito bom mesmo e o final do livro adorei também.

A diagramação é simples com páginas brancas e a capa está bem interessante (apresenta uma cadeira inquisitorial), gostei muito.

Adorei demais esse livro, o tema é simplesmente fascinante e o enredo é maravilhoso. Está como um dos livros históricos que mais gostei. Recomendo para quem gosta desse assunto e de mistério.


Cena de uma das cenas de tortura descrita no livro, só leia se tiver coragem!

O assassino retirou um instrumento de tortura de uma caixa de madeira parecido com um capacete medieval de ferro fundido, com um imenso parafuso na parte superior e uma barra de ferro achatada na base inferior. Cuidadosamente, coloco-a na cabeça de Lewes, ajustando o queixo dela à base de ferro.Mais uma vez, Lewes perdeu o autocontrole.- Por favor. Não faça isso - ela soluçava sem parar, enquanto se debatia.O assassino não lhe deu ouvidos.Rapidamente começou a girar o parafuso.O resultado foi horrendo!Á medida que o assassino girava o parafuso com o máximo de força, a cabeça de Lewes era esmagada no sentido vertical contra a barra de ferro enquanto ela gritava de dor. Subitamente os alvéolos dentários e a mandíbula destroçaram-se. Os grandes olhos saltaram das órbitas oculares e o sangue escorreu pelo rosto. Com a enorme pressão exercida, o cérebro vazou pelo crânio fraturado como uma massa gosmenta.Lewes estava morta e o rosto irreconhecível. Não havia mais uma cabeça acima do pescoço, mas somente um amontoado de tecidos corporais, como uma carne que não fora bem moída.

Evento bate-papo sobre a literatura nacional

domingo, 27 de janeiro de 2013


Oi gente,

Venho trazer mais um evento que eu fui na livraria Martins Fontes em São Paulo no dia 26/01, Bate-papo sobre a literatura nacional. Quem organizou foi a Larissa do blog Open door of creation e contou com a presença de muitoooooos autores nacionais. Participaram da mesa: Maurício Gomyde, Silvia Fernanda, Samanta Holtz, Laura Conrado, Chico Anes, Ricardo Valverde, Cacá Adriane, Thayane Gaspar, John Félix e estavam na platéia muitos outros.







Eu amei porque foi bem divertido e pude conhecer os autores pessoalmente. Tirei fotos com alguns deles:



Samanta Holtz: Gente, só quem a conhece pessoalmente sabe o que vou falar: ela é talvez a pessoa mais meiga, doce e fofa que já conheci *.* Acreditam que ela lembrou meu nome e sobrenome!!! Samanta, te adoro :) Espero encontrá-la mais vezes...






Maurício Gomyde: Um amor de pessoa e muito simpático. Ganhei seu livro  O Rosto que Precede o Sonho no sorteio do evento. Fiquei super feliz \0/. 






Cacá Adriane: É a nova parceira do blog e autora do livro O Último Beijo. A Cacá é bem engraçada e simpática :) Adorei o livro Cacá. 





Sérgio Pereira Couto: O autor parceiro do blog. Fiquei super feliz de encontrá-lo no evento. Muito simpático também :)





Elaine Velasco: Estou participando do Booktour do livro Limiar - Entre o céu e o inferno da Elaine. Obrigada pela simpatia. 




Muitas pessoas compareceram, pois a sala estava lotada e isso é um ótimo sinal de que o literatura nacional vem cada vez mais conquistando seu espaço.




OBS: eu estou com muitos marcadores repetidos que consigo nos eventos e quero presentear vocês com eles, então bolei uma promoção para o mês inteiro de fevereiro. Eu vou escolher kits e sorteá-los entre os que comentaram via random em alguma postagem que vai ser escolhida via random também.
Espero que participem e boa sorte!!!!

Minha caixinha do correio #7

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

 Oi gente, 

Como prometido vou mostrar o que ganhei e comprei no evento da editora Andross. Além desses, tem  os livros que recebi de parcerias, de top comentarista e cartinhas fofas!!!

Espero que gostem!!!






Os livros Jogos Criminais - Contos Policiais 1 e 2 eu comprei por 3,90 cada. Adoro esse gênero de livros e foram organizados pelo autor parceiro do blog, Sérgio Pereira Couto.








Os livros Marcas na Parede e  Curta-Metragem  eu ganhei da Editora Andross. O Primeiro é sobre contos sobrenaturais de suspense e de terror e o segundo é com microcontos e está autografado.






O livro Sopa de Letras eu ganhei do autor O. A. Secatto no evento. Ainda autografou seu conto para mim. Obrigada pela gentileza Osvaldo!!!




O Livro Pacto Secreto eu ganhei da parceria com a autora Eliane Quintella. Eu estou bem curiosa para ler o livro. Vai ter resenha em breve. Obrigada Eliane!!!




O livro Sentimento Fatal eu recebi da parceria com a autora Janethe Fontes. Será o terceiro livro que leio dela e estou muito ansiosa para ler. Terá resenha em breve. Obrigada Janethe!!!




O livro Amigos Inimigos eu recebi da Thais do blog Amiga da Leitora. Eu ganhei esse livro no Top Comentarista do blog dela. Ainda veio com um bilhetinho bem fofo. Obrigada amiga!!!



Recebi uma cartinha muito fofa da Kezia do blog Fulana Leitora com marcadores que ganhei da gincana do blog dela. A autora Samanta Holtz também me mandou o restante do prêmio junto com um bilhetinho lindo. Adorei participar da gincana meninas :)





Recebi também a carta da autora Adriana Vargas com vários marcadores de seus livros e um artesanal. Adorei Adriana!





Por último, peguei esses marcadores e folhetos no evento da editora Andross. Como tem vários repetidos vou sortear depois no blog.




Ufa, acabou rsrs
Eu adoro receber cartinhas, quem quiser me mandar se sintam a vontade. Fica a dica ;)
Até a próxima.
Beijos

Cobertura do evento da Editora Andross: Segunda edição do Livros em Pauta – Encontro de Leitores com Escritores e Outros Profissionais do Livro

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

No dia 19 de Janeiro de 2012 no China Trade Center em São Paulo, eu fui convidada para fazer a cobertura do evento da editora Andross: Segunda edição do Livros em Pauta – Encontro de Leitores com Escritores e Outros Profissionais do Livro junto com outros blogueiros. Foi o primeiro evento literário que fiz parte da imprensa, me senti muito impostante rsrs.








O horário do evento foi das 10hs às 20hs, porém eu só conseguir chegar as 14h30. As 15hs assisti a palestra "O boom de blogs literários - Há seriedade em meio à boa vontade de se divulgar literatura?", com Walter Tierno, Alba Milena, Danilo Leonardi e Tatiany Leite, sob mediação de Eduardo Marchiori. Foi muito divertida e interessante com vários pontos abordados como parcerias, vlogs, importância dos blogs....







Também as 15hs ocorreu o lançamento dos livros “Sopa de Letras”, “Quimera”, “Névoa”, “Corações Entrelaçados” e “O Segredo da Crisálida II”, todos da Andross Editora.









Conversei com alguns autores, obrigada pela receptividade e simpatia de todos. Desejo a vocês sucesso sempre e que continuem fazendo o que gostam acima de tudo. Segue algumas informações de cada um:




Rogério H. P. Pontenegro

- Livro: Quimera com o conto Magia do Amor e Traição que fala sobre os jovens e seus relacionamentos. Tem como personagem fantástico um gato.
- É seu terceiro conto publicado pela editora Andross entre eles Dimensões BR e Jogos Criminais 2.
- Autores preferidos: J. R. R. Tolkien e C. S. Lewis.








Áquila Nogueira

- Livro: Corações Entrelaçados com o conto Cor de Vinho que fala sobre 2 pessoas e Sopa de Letras com os contos Um Suicídio sobre desencontros e Blackmailing sobre chantagem.
- mais de 15 contos publicados entre eles no livro Jogos Criminais.
- Autores preferidos: Shakespeare e Milton Hatoun.






 Simone Oliveira

- Livro: Corações Entrelaçados com A Crônica do Primeiro Amor falando sobre  as primeiras sensações adolescentes.
- É sua primeira publicação.
- É professora, pedagoga e está escrevendo seu próprio livro que será um romance moderno.
- Autores preferidos: Machado de Assis, Luis Fernando Veríssimo.








  Eryka C. Ishida

- Livro: Corações Entrelaçados com o conto Saudade de Você sobre um romance que não deu certo e O Segredo da Crisálida com o poema Sonho de Artista sobre a brincadeira de ser artista.
- Já teve crônicas publicadas no livro Elas Escrevem e na Revista Literatura.
- Autores preferidos: Augusto Cury e James Hunter.





Wilgner Murilo Santos

- Livro: Corações Entrelaçados  com o conto A Última Noite sobre o amor entre dois amantes.
- Já teve 2 publicações:  O romance, Juventude Engarrafada e uma novela, Dona Teresina e sua Vizinhança pela editora Multifoco.
- Autores preferidos: Dan Brown, Agatha Christie e Sidney Sheldon.






Gládiston de Souza 

- Livro: O Segredo da Crisálida com os poemas Elegia da Natureza e  Soneto Canoniano.
- É sua primeira publicação.
- Estuda crítica literária.
- Autores preferidos: Guimarães Rosa, Manoel Bandeira e 
Clarisse Lispector.







Bruno Fernandes

- Livro: Sopa de Letras com o conto O Coração de Ouro e fala sobre Ogros e viagem no tempo.
- Tem 12 anos, o autor mais novo que conversei no evento. Muito fofo!
- É sua primeira publicação. Começou a ler em 2012 e tem como livros preferidos: O escaravelho do diabo, Uma história de Natal e Fantasmópoles.








Márcia Alcântara

- Livro: Sopa de Letras com o conto Torta de banana da vovó  que fala sobre a neta que descobre no baú da vó uma receita.
- É sua 5ª antologia publicada e a 1ª na Andross.
- É filósofa e pretende escrever um livro com vários estilos literários.
- Autor preferido: Roberto Caiero .






O. A. Secatto

- Livro: Sopa de Letras com o conto A Prisão do Olhar sobre velhice e solidão.
- Tem + de 23 antologias publicadas.
- É funcionário público e trabalha no tribunal de justiça.
- Une a imaginação fértil e o gosto por português desde criança.
- Autores preferidos:  J. R. R. Tolkien e Machado de Assis.








Também conheci Gislene Vieira de Lima autora dos livros: Padaria e  Princesa com Olhos de Gato. Obrigada pela simpatia :)






E o Edson Rossatto, organizador do evento e autor dos livros 100 Toques Cravados, Toques para Mulheres e Curta-Metragem. Obrigada pela oportunidade Edson.





Espero que tenham gostado, pois eu me diverti muito, ganhei e comprei vários livros que mostro na próxima caixinha do correio.
Aguardem os próximos eventos.
Beijos.

BatePapo.com #1 com Josiane Veiga

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013
Olá pessoal,

A nova coluna do blog é para entrevistas \0/. Vou começar em grande estilo com a autora Josiane Veiga, autora de vários livros e que nesse semestre seu livro "A Insígna de Claymor " será relançado pela MODO Editora.
Confiram!!!





Nome: Josiane Veiga
Nasceu em: Sapucaia do Sul - RS - no dia 29/01/1984
Vive em: Ijui/RS
Formação: Técnica em processamento de dados.
Trabalha com: Seguros.
Hobby: Arte, livros...
Vive com: Pais.




1º) Olá Josiane. É um prazer poder fazer essa entrevista com você. Gostaria que você se apresentasse para os leitores do blog.

Josiane Veiga - Bom, sou gaúcha, gremista, escritora. É difícil me definir, pois sou uma pessoa bastante incomum, quase excêntrica. Sou alguém que valoriza a personalidade mais que a aparência. Franca, costumo atrair críticas por dizer sempre o que penso, não me escondendo sobre a máscara da neutralidade. Ao mesmo tempo sou bastante leal, amiga e humana.




2º) Fale um pouco dos seus livros e como você se inspirou para escrevê-los?

Josiane Veiga - Bom, tenho muitos livros. A Saga Jishu (Rendição/Redenção/Remissão) foi o que me projetou no cenário nacional. É a história de vida de cinco jovens homossexuais, que se conhecem na infância, montam uma banda, e passam a vida fingindo serem héteros por causa da aparência. Depois veio A Insígnia de Claymor, que será relançada em junho pela Modo Editora, e é um polêmico romance medieval, que fala sobre religião e incesto. A Rosa Entre espinhos é meu romance mais clichê, pois é a mocinha que se apaixona pelo mocinho super poderoso. Mesmo que o mocinho na verdade se torne um estuprador e cause muito mal a ela, acredito que é a história mais comum. Depois temos A SENHORA DAS MONTANHAS que é um spin off de Guardians, da autora Luciane Rangel. E Traços, o último dos livros lançados, que também se destina ao publico queer, e fala de um elfo e um humano que se apaixonam.
Sobre inspiração, não acho que exista algo que me inspire... as histórias simplesmente surgem do nada. Traços por ex: eu estava escrevendo Remissão e uma amiga me disse: queria ler algo estilo Tolkien das suas mãos. Não deu outra: um mês depois o livro estava pronto.



3º) Com tantos livros, você já te tornou uma autora experiente. Como você vê o cenário literário nacional nos últimos anos e como os seu livros são recebidos pelos leitores?

Josiane Veiga - Acho que o Brasil tem muito o que crescer. A Modo esta se tornando uma referência nesse ponto, focada em autores nacionais. Existe muita gente boa pronta pra ser descoberta e lançar, mas também tem gente ruim, como em qualquer lugar. Eu costumo dizer que vendo. Afinal, meus livros queer são alguns dos poucos disponíveis para esse publico. A maioria que procura um romance gay fica completamente órfão dessa literatura, porque praticamente não existe obras destinadas a eles... então, em relação a vendas eu nunca pude me queixar...
Acho que já construí meu público, mas, para quem está começando do nada, vejo muita dificuldade pelo caminho.



4º) A editora Modo será sua primeira experiência com editoras? O que você sente de ter seu livro publicado e estar alcançando um maior número de leitores? Como eu, por exemplo, que passei a te conhecer através do CNA (Clube dos Novos Autores).

Josiane Veiga - Sim, a Modo é a minha primeira experiência. Quando assinei com a editora, uma das coisas que disse para a Adriana (minha agente na editora) foi que estava empolgada com a possibilidade de A Insignia de Claymor ser lida também por pessoas que jamais iriam me ler se não fosse pela "apadrinhagem" da Modo. Sejamos francas, eu sou marcada pela literatura queer, e muitas pessoas não iriam adquirir e ler o livro se não fosse pela marca Modo.



5º) O livro A Insígna de Claymor será relançado nesse semestre. Conte-nos mais sobre a história. Será uma série? Eu, particularmente, estou fascinada pela capa e pela sinopse.

Josiane Veiga - A Insígnia de Claymor não pertence a uma série. No sentido de publicação, me inspirei em "Ana Terra" e "Um Certo Capitão Rodrigo" de Érico Veríssimo. Por mais que os livros se interliguem, ambos são histórias próprias com começo, meio e fim. Sim, existe um projeto de lançar um 2° volume, mas ainda preciso planejá-lo maior.
A história é centrada em uma excêntrica família, os Claymor, pertencentes a nobreza inglesa, mas que são tão diferentes que se tornam isolados. O pai, Albert, um erudito apaixonado por livros, tem dois filhos: Alexei e Jehanie. Os dois filhos são inteligentes, geniosos, perfeitos, senão o fato de que existe uma certa sensação pecaminosa entre ambos. Alexei é loucamente apaixonado por Jehanie, capaz de fazer qualquer coisa pela irmã. Ela sente algo por ele, mas é inocente (para não dizer boba) demais para saber o que é. Quando surge Garreth, um bonito conde francês, a vida dos dois vira um inferno, pois Jehanie aceita se casar com ele, quase destruindo o coração de Alexei.
Certo em acabar com o noivado da irmã, ele a leva para a Inglaterra, mas durante o percurso, ela é sequestrada e quase morta. Nesse inteirim, perde a memória e é encontrada por um homem devastado pela dor, chamado Daniel. A ironia é que Daniel odeia Alexei, e pretende se vingar dele através da irmã. Mas, Daniel não conhece o rosto da irmã de Alexei, então acaba ajudando uma moça que é seu alvo.
O livro acaba sendo polêmico porque é cru, real. Quando lançado a primeira vez no Clube de Autores recebi comentários de pessoas revoltadas pela forma como mostrei a religião (IDC se passa durante a perseguição aos protestantes), e o tratamento as mulheres.
É uma história sem vilões, apenas pessoas buscando desesperadamente ser feliz. Possui bons coadjuvantes que chegam a roubar a cena algumas vezes, mas acho que Jehanie acaba sendo o tipo inesquecível de mocinha. Até hoje recebo comentários sobre ela e pedidos para que o 2° Volume saía logo. Alexei também é um marco. Impossível ser indiferente a um personagem como ele. Existe fanfarts dele, feitas por leitoras apaixonadas, o que me tocou muito.




6º) Quais são seus planos para esse ano com relação A Insígna de Claymor?

Josiane Veiga - Em 2013 quero ir com calma. Lançar o livro, divulgar, ver no que vai dar. Talvez se sair alguma feira aqui por perto (Rio Grande do Sul) eu vá. Mas, tudo com calma, para fazer bem feito.



7º) Você está escrevendo alguma obra? Se sim, você pode nos adiantar sobre o que se trata?

Josiane Veiga - Estou terminando o 3° Livro da trilogia Jishu (Rendição, Redenção e Remissão). Rendição teve 481 paginas. Redenção, 415 e Remissão está prestes a alcançar as 500 páginas e sequer está pronto. Então estou bastante focada nele.
Também, de forma mais leve, estou escrevendo o meu primeiro romance infanto-juvenil. É um sonho escrever algo para crianças ou adolescentes. Todos os meus livros até então lançados são destinados a maiores de 18 anos.





8º) Você poderia deixar uma mensagem para os leitores do blog. Obrigada pela disponibilidade Josiane. Adorei poder conhecer melhor você e o seu trabalho!

Josiane Veiga - Muito obrigada pelo carinho, Joyce. Achei o máximo poder falar um pouco sobre meus projetos, e agradeço também aos seus leitores pelo interesse. Ah, por favor, leiam A Insígnia de Claymor! Em Junho, pela Modo Editora!





Sinopse:
Europa, Idade Média
Jehanie Claymor é uma jovem Lady que cresceu protegida pelo amor incestuoso do irmão Alexei. Sem conhecer os perigos e maldades da época, ela foi mimada e amada ao extremo. Mas, em uma viagem em que abandona o castelo de seu pai para ir de encontro ao seu noivo Garreth, vê todas as suas ilusões românticas chegando ao fim.
Sir Daniel Trent só busca vingança. Sua irmã mais jovem foi seduzida pelo cavaleiro Alexei Claymor, e abandonada por ele após engravidar. Sem esperança, a jovem matou-se, deixando Trent com a incumbência de limpar sua honra. No entanto, seu destino muda completamente ao encontrar uma jovem que perdeu a memória. E assim, sem saber, ele acaba se apaixonando pela irmã de seu maior inimigo...


Gostaram? Eu estou super curiosa para ler :)


Contatos:

Blog: http://fic-lovers.blogspot.com.br/
Facebook: http://www.facebook.com/pages/Josiane-Veiga/275636389145858?sk=wall
Twitter: https://twitter.com/JosianeVeiga

Resenha do livro: Magia do Amuleto de Cristina Brandão e Márcia Figueiredo

domingo, 20 de janeiro de 2013

                                                                   


                      Literatura nacional
                      Número de páginas: 208




Sinopse: Na Amazônia no séc. XVII, uma aldeia constituída por mulheres é invadida por conquistadores espanhóis.
Aprisionados, eles vêem seu destino entrelaçado ao das guerreiras. Com a liberdade, seus antigos valores serão questionados, e suas vidas sofrerão uma profunda mudança. O tempo passará... Batalhas serão travadas, a morte se espalhará, culturas desaparecerão. Mas o caminho da devastação perderá o sentido para quem se deixar envolver pela Magia do Amuleto.


Desde que eu li a sinopse, eu fiquei super curiosa para ler o livro porque trata de uma história sobre a colonização brasileira focada nas amazonas. Na história, elas são as guerreiras lendárias que vivem em uma aldeia repleta de magia na Amazônia.

Bastou eu saber disso para me apaixonar pelo livro e minhas expectativas foram superadas na leitura porque a narrativa nos transporta para o século XVII, onde o Brasil estava sendo desbravado pelos colonizadores em busca de riquezas com a máxima crueldade contra os indígenas. Isso é revoltante, gente!

A história é sobre Rodrigo de León, capitão espanhol com a missão de ratificação do domínio do território para a Coroa Ibérica Unificada e que fica sabendo através de seu amigo também capitão, Hugo de Mendonza que entrou em combate com elas, da existência das amazonas (mulheres altivas, lindas e guerreiras) e de suas riquezas dentro da aldeia em Anavilhanas.


-Talvez esta linda paisagem esconda algum metal precioso... Homens, vamos descer!Na verdade, o que o capitão sequer imaginava era que a linda paisagem escondia algo mais, além dos metais preciosos: camuflava as guerreiras que dariam a vida para defender aquela terra.

Eles partem em missão para Anavilhanas mas sofrem um acidente no rio e são socorridos pelas guerreiras. Rodrigo é salvo por Yana, futura sacerdotisa e ambos sentem uma ligação muito forte desde o primeiro momento. Ela carrega um colar com pingente de lua e Rodrigo um pingente de sol, que no decorrer da história será a peça central do amor entre eles e dará o toque mágico no livro.

Todo o grupo de Rodrigo permanece na aldeia para o ritual de fertilidade e daí começam as dificuldades para o casal, onde passarão por muitas provações, pois é um amor proibido porque na aldeia só moram mulheres para a perpetuação da magia do lugar e Yana será a próxima sacerdotisa, que deverá evitar o amor só carnal para que sua magia não diminua.

Eu gostei muito de Yana porque é uma mulher forte, que tem uma ligação muito especial com sua família e que coloca o bem de todos na frente da sua própria felicidade. Rodrigo é descrito como um homem belo e sedutor no qual mulheres se jogam aos seus pés. A sua origem também é revelada no decorrer da história.

No decorrer da narrativa nos é apresentado rituais das guerreiras e cenas de batalhas para a defesa do território brasileiro. Achei fantástico o modo que as autoras criaram essa história de amor. Também existe Rudá, índio que Yana estava prometida e Anauá, sua prima invejosa que atentam contra esse amor e por suas vidas.

Fiquei emocionada e arrepiada com o final, não poderia ter tido melhor conclusão. A diagramação está bem bonita com páginas amareladas e apesar da capa estar simples, ficou bem pertinente a obra.


Recomendo a todos que querem ler um livro que tratam da história e lendas do Brasil de uma forma envolvente e mágica. Eu amei!!!! 




Lembrando que terá sorteio de um exemplar em breve!!!
Participem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...