Resenha do livro: Você é o Próximo de Gregg Hurwitz

domingo, 30 de junho de 2013




                       Título original: You´re next
                       Editora Arqueiro
                       Literatura estrangeira/Suspense/Thriller
                       Número de páginas: 355


Sinopse: Mike Wingate, abandonado pelo pai aos quatro anos tendo crescido em um orfanato está finalmente vivendo a vida que sempre sonhou. Está casado, com uma filha de oito anos de idade, e sua empresa de construção está prestes a terminar um conjunto habitacional de sucesso que vai garantir um futuro sólido para todos eles. Mas algo de seu passado, um passado que ele não gosta nem de lembrar, volta trazendo terror para ele e sua família. Pessoas obscuras começam a ameaçar Mike, e quando ele se queixa, a polícia parece mais interessada no passado tenebroso de Mike do que em protegê-lo. Agora, Mike, sua esposa Annabel e sua filha Kat, de repente se veem atacados por todos os lados. Mike então recorre a Shep, um homem perigoso, mas o único amigo verdadeiro de Mike desde os dias de orfanato. Juntos eles vão fazer o que for preciso para proteger a família de Mike contra os homens que estão por trás do aterrorizante aviso: "você é o próximo".

Você é o Próximo é um livro que me surpreendeu por ser muito bom. Comecei a lê-lo e quando vi não conseguia parar porque o suspense me prendeu do começo ao fim, em muitas cenas fiquei angustiada (adoro livros de suspense/thriller por causa disso rs) e o final foi ótimo.

A história é sobre Mike, um homem que ainda sofre com seu passado por ter sido abandonado por seu pai em um parquinho quando tinha apenas 4 anos. Ele cresceu em um lar adotivo com a "mãe do sofá", a mulher que o criou e embora ela não o tenha maltratado ele sofreu bastante na mão das outras crianças. Uma das crianças que sofria muito era Shep e eles logo viraram melhores amigos. Durante a adolescência, eles aprontaram muito e fizeram pequenos delitos, no qual Mike acabou sendo preso por três meses.

Mike com muita determinação consegue mudar sua triste história e se casa com Annabel e tem uma filha, Kat com 8 anos agora. Ele trabalha com construção civil mas quando algumas coisas começam a dar errado, sua vida vira de ponta cabeça porque sua família começa ser perseguida por dois caras super esquisitos: William e Dodge que querem matá-lo e ele nem mesmo sabe o porque. A única pista do que pode ser é o seu passado, o motivo pelo qual seu pai o abandonou.  

Muitas cenas são super tensas, já que essa dupla é assustadora. Mike quer proteger sua família de qualquer maneira, mesmo que tenha que praticar atos que aprendeu na sua fase rebelde. A família de Mike fica desesperada e ele resolve pedir ajuda a Shep, que não o via a 7 anos. Juntos eles saem em busca de respostas e encontram muitos perigos pela frente. Ele também terá a ajuda do detetive Hank.

"Mike tirou o celular da mão dela e viu a mensagem de texto em maiúscula na tela. VOCÊ É O PRÓXIMO. Sentiu um nó no estômago. Jogou o aparelho no chão e o esmagou com o pé."

A narrativa está em terceira pessoa e é super tensa e ágil, parece que estamos vendo um filme. No começo do livro os capítulos são separados em antes (sobre a infância de Mike) e agora. Com isso passamos a entender as dificuldades e o sofrimento que Mike passou e o que ele é capaz de fazer para proteger sua família. 

No decorrer da história, descobrimos que por trás de William e Dodge se esconde uma história muito séria e que várias pessoas estão atrás dele por causa de seu passado. Ele tem que correr contra o tempo para enfrentar esse mistério e salvar sua família. Durante esse tempo ele próprio terá que tomar certas atitudes que será difícil para ele, mas que será para o bem de Annabel e Kat. 

Mike é um protagonista que encanta, fiquei torcendo e envolvida com sua história. Ele é muito corajoso também. Shep é um amigo extraordinário que  coloca o bem-estar de Mike na frente do dele e é fiel. Annabel é uma mulher decidida e Kat é uma criança adorável e muito esperta, ela própria está envolvida nesse mistério também.

Adorei a trama, o mistério da vida de Mike, as aventuras que ele tem que passar e o final foi fantástico. A capa está super coerente com a história, a diagramação é simples e as folhas são amareladas. Adorei conhecer a escrita do autor e pretendo ler o outro livro dele.

Super recomendo para quem gosta de thriller/suspense porque o livro é maravilhoso e eu adorei!!!

The Name Game Book Tag

sábado, 29 de junho de 2013
Olá, 

Obrigada a Ana e a Danny do Vício em Livros e a Jéssica do Lilian & Jéssica que me indicaram a tag. Adorei meninas!


Regras:
Temos que achar em nossas estantes livros que comecem com as letras que formam o nosso próprio nome;
O número de blogs indicados é a mesma quantidade das letras de seu nome.



Os escolhidos foram:




Jogando xadrez com os anjos
O Guardião
Y (não encontrei nenhum com y então escolhi com I) Inferno
Cores de outono
Extraordinário



Blogs indicados:

http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/
http://www.superbookaholic.com/
http://livroterapias.blogspot.com.br/
http://loucaporromances.blogspot.com.br/
ttp://www.porumaboaleitura.blogspot.com.br/


Resenha do livro: O Advogado da Vida de Jean Postai

quinta-feira, 27 de junho de 2013




                Editora Novo Século/Novos talentos da literatura nacional
                Literatura nacional/Thriller jurídico
                Número de páginas: 416

Sinopse: Quando começa o direito à vida? Essa pergunta fica quase impossível de ser respondida quando o médico Arthur Galanidel é preso por supostamente realizar abortos ilegais em sua clínica, inclusive em uma menor de idade. O advogado David é escalado para defender o caso, sofrendo a pressão da imprensa e da sociedade, que discutem se uma mulher tem ou não o direito de abortar e se o médico é ou não um criminoso. Será que David conseguirá convencer os jurados a inocentar o médico? Em quais situações é permitido a uma mãe optar por dar ou não à vida a seu filho? Neste emocionante thriller jurídico, as perseguições, tramas e provas são misturadas a todo momento, criando um romance fantástico, de tirar o fôlego. Tudo isso para, no final das contas, o caso ser julgado por sete jurados que decidirão onde começa e até onde vai o mais fundamental dos direitos: o direito à vida.


Aborto........Assunto polêmico, né? E o livro O Advogado da Vida trata exatamente desse assunto de uma forma interessante e muito bem colocada. O livro tem como característica o thriller jurídico, aquele em que a história é contada na maioria do tempo em um tribunal tento como pano de funo um determinado julgamento. Confesso que acho muito interessante esse tipo de livro e o Jean não ficou atrás dos grandes escritores desse estilo, já que ele próprio é advogado e deixou o livro bem real.

A história é a seguinte: O médico renomado e o queridinho das pessoas ricas  Arthur Galanidel cai numa armadilha de repórteres e confessa que realiza o aborto em mulheres que querem tomar essa atitude e que não correm o risco de morte e nem o bebê. Ele diz que faz isso por ideologia e que o Estado não deve interferir na vontade da mulher.  Além disso, a menor de idade Amanda o denuncia para o Ministério Público por tê-la supostamente induzido a abortar, mas no decorrer da trama vamos perceber que não foi isso exatamente que aconteceu.


"Aquele caso estava se tornando uma responsabilidade que David jamais imaginara ter sobre os ombros." pág 140

Essa reportagem cai como uma bomba na impressa e não se fala em outra coisa na cidade. Arthur chama seu sobrinho que não o via a muito tempo, David, um jovem recém-advogado para defendê-lo. David tem seu pequeno escritório de advocacia com o estagiário Teo e a secretária Elaine. David no começo reluta um pouco mas aceita ser o advogado de seu tio, já que essa é a oportunidade de sua vida.

O caso é difícil e complicado para David, já que mexe com um assunto polêmico e com opiniões diversas da população (até dele próprio) porque de acordo com a lei, o aborto só é aceito nos casos em que a mãe ou a criança correm perigo de vida ou se foi gerada através de estupro. Devido a exposição que ele sofre com a mídia, David sofre atentados psicológico e risco de vida, o que deixa sua noiva Joana super preocupada e nervosa com a situação.

No decorrer da história, vamos conhecendo melhor as leis sobre esse assunto, entendendo os motivos do Arthur de realizar os abortos e as diversas opiniões existentes. O livro não tem a intenção de fazer com que sejamos favoráveis ou desfavoráveis ao aborto, mas mostra os dois lados. A promotora de acusação, Morgana, usará até de artifícios ilegais para tentar ganhar o caso, já que a exposição e a importância do caso é enorme.


"Enquanto ouvia música, o advogado procurava cada vez mais deixar de pensar no que estava prestes a fazer, pois, caso fosse muito racional, sabia que simplesmente acabaria não o fazendo" pág 201

David na busca pela defesa de Arthur vai encontrar Matias, um velho amigo do médico e Patrick, o antigo antigo funcionário que serão importantes para a defesa do caso. Matis leva David a uma clínica de aborto clandestina (essa parte é bem chocante) e assim ele vai juntando provas para o juri final, onde 7 leigos decidirão o futuro do médico.

O julgamento é incrível, já que nos sentimos lá e podemos conhecer todos os detalhes de um julgamento. David apesar de sua inexperiência, se esforça ao máximo para tentar encontrar argumentos favoráveis ao seu cliente e pelo menos abrandar sua pena porque é uma causa praticamente perdida. O grande júri é a parte essencial do livro onde tanto Morgana como David fazem a exposição de suas provas e onde tem os relatos das testemunhas de acusação e defesa. Parece que estamos mesmo em um tribunal participando da julgamento. 

O final foi muito coerente e concordei com o que ocorrei. O livro me fez refletir bastante sobre o tema e como eu tenho uma opinião formada sobre isso (concordo com a lei brasileira, mas não quer dizer que eu esteja certa) e recomendo para quem quer conhecer mais sobre esse assunto de uma forma interessante e que entretêm.

A narrativa está em terceira pessoa, o que deixou o livro imparcial e vemos os diferentes pontos de vista sobre o assunto. A capa está super criativa com Têmis, a deusa da justiça, grávida, o que combinou perfeitamente com o tema do livro. Adorei demais. A diagramação é simples e as folhas são amareladas. 

Gostei muitíssimo do livro e recomendo!!!

Resenha do livro: Casa Limpa e Arrumada de Donna Smallin

segunda-feira, 24 de junho de 2013

                

                           Título original: Cleaning plain & simple
                     Editora Belas-Letras
                     Literatura estrangeira/Limpeza doméstica
                     Número de páginas: 217

Sinopse: Traz dicas para se livrar da bagunça, estratégias de limpeza para acabar com a sujeira, poeira, bactérias e bolor usando os equipamentos e produtos corretos (tem dicas de "Faça você mesmo") e orientações para a limpeza diária e a mais pesada.

Oi gente,

Tudo bem? Quem aí não fica de cabelo em pé quando o assunto é limpar a casa e estou falando isso para meninos e meninas, viu. Sem preconceito, já que manter a casa arrumada é dever de todos os moradores dela e como aqui em casa não temos diarista ou empregada, nós mesmos a arrumamos.

Minha casa é bem grande o que significa trabalho multiplicado e sujeira em dobro, então porque não facilitar nossa vida, não é verdade, assim tenho mais tempo para ler rs. Pedi o Casa Limpa e  Arrumada e adorei porque aprendi muitas dicas e o melhor de tudo, o livro tem uma diagramação linda e bem caprichada o que facilita o entendimento com as cores azul e laranja.


O livro apresenta: Sumário; Uma breve história da limpeza; 3 partes (Limpeza básica, Os desafios de cada cômodo e Os desafios do cotidiano) e o Apêndice. 

Na 1º parte encontramos dicas de como escolher e descartar os produtos de limpeza, as estratégias de limpeza e como se livrar da bagunça. 

Na 2º parte encontramos dicas de como limpar os diversos cômodos da casa como do chão ao teto, áreas com muito movimento, a cozinha, o quartos, a lavandaria e áreas de depósito e áreas externas. 

Na 3º parte encontramos dicas de como deixar as roupas limpas, a limpeza dos animais de estimação e o objetos de uso pessoal. 

O apêndice apresenta soluções para problemas com as roupas.




Para quem quer aperfeiçoar ou quer aprender as técnicas de limpeza, o livro  é ótimo, já que nunca é tarde para colocarmos a mão na massa para deixarmos a casa limpíssima e ficarmos orgulhosos de nós mesmos rs.

Exemplos de dicas:

"O processo de organização terá melhores resultados se você concentrar seu tempo e sua atenção em uma área por dia. Se você tentar arrumar um cômodo inteiro de uma só vez, você provavelmente conseguirá apenas aumentar a desordem e o caos. O melhor é começar por um espaço predeterminado como uma prateleira."

"Não mantenha em sua casa nada que você considere inútil nem que não considere belo". William Morris

"É praticamente impossível manter uma cozinha sem nenhum tipo de germe. Mas você pode se livrar de 99% deles apenas com sabão e água quente. Para matá-los, porém, você precisa desinfetar as superfícies.

O livro explica o passo-a-passo de atividades mais simples como varrer ou lavar a louça como atividades mais complicadas como tirar manchas. Tem dicas de como arrumar a cama, lavar e passar roupas, limpar janelas e organizar gavetas e armários.

Recomendo muito o livro. Vale a pena a leitura para conhecer e colocar em práticas as dicas e deixar a nossa casa maravilhosa!!!

Resenha do livro: Amor - O Caminho para a Felicidade de Vilko Lacerda

sábado, 22 de junho de 2013




              Editora Baraúna
              Literatura nacional/Amor/Auto ajuda
              Número de páginas: 88


Sinopse: Ah O Amor, esse sentimento tão puro e especial, capaz de... OPA! UMA PAUSA AQUI! O Amor é isso sim, essa visão encantadora e inspiradora de um sentimento. Mas é muito mais do que isso. Com um olhar mais analítico é possível encontrar uma leitura diferente desse sentimento, menos romântica e sonhadora, porém muito mais profunda e realista. O Amor esta presente em tudo. Na compreensão e domínio desse sentimento está a chave da felicidade. Observando esse sentimento, vendo como ele surge, como se comporta, e, enfim, olhando para si mesmo é possível perceber como o Amor participa de tudo o que você sente, pensa e faz, ou seja, tudo o que você é. Quanto maior o conhecimento sobre como você mesmo funciona, mais fácil e claro se torna conduzir sua vida rumo a seus desejos. E aí está o grande segredo: como transformar esse sentimento em felicidade. Depois de ler o Amor sob a ótica proposta neste livro, você nunca mais verá a vida da mesma forma... 


O que falar do amor, esse sentimento lindo que todo mundo procura?
                                
                    Amor é fogo que arde sem se ver,

           É ferida que dói e não se sente
              É um contentamento descontente
             É dor que desatina sem doer .....

Palavras belíssimas ditas por Camões, né? Quem não quer encontrar alguém para se sentir assim, eu quero, mas quem disser que é fácil ou que tudo são flores está enganado. O amor tem que ser conquistado dia-a-dia e suportar as dificuldades que certamente virão. Como eu não sou especialista nesse assunto, pelo menos por enquanto rs, vamos ao que interessa, o livro.

O livro Amor – O caminho para a felicidade nos traz reflexões sobre esse sentimento que está presente em todas as pessoas (ou na maioria) porque nos deparamos com ele em diversos tipos como:

·  O amor materno (esse amor é o mais forte e poderoso com raras exceções. Deve ser único esse sentimento e espero poder senti-lo um dia);

· O amor paterno (é especial também e deve estar presente na vida da criança. Eu acho um absurdo esses “pais” que somem do convívio das crianças que para mim não são homens de verdade);

·  O amor fraternal (eu tenho uma irmã e sei como esse amor é forte também. Quem é apegado com seus irmãos sabe do que estou falando);

· O amor pela família (sou muito apegada a minha família então entendo bem esse sentimento)

· O amor de amigo (amigos são irmãos que escolhemos e temos que cuidar desse sentimento para não morrer);

· O amor pelos animais, pela natureza, etc (Eu tenho duas cachorras e tenho muito amor por elas)

· O amor entre duas pessoas (o sentimento que todos querem encontrar e que se verdadeiro e cuidado é lindo *.*)

Ou seja, estamos cercados de todos os lados pelo amor e às vezes nem nos damos conta. O livro fala sobre esses tipos de amores; dá um panorama sobre o que é o amor em cada religião; a importância do amor em nossa vida e como podemos fazer para cuidá-lo e sermos felizes.

Esse livro serve para conhecermos mais sobre esse sentimento e o que podemos fazer para conservá-lo e para nos trazer felicidade em todos os campos na nossa vida. Ele pode ser considerado um auto-ajuda, mas é mais que isso. É de fácil leitura por ter poucas páginas, tem uma diagramação caprichada e a capa simples e bonita.

Tem frases lindas no seu interior, inclusive comecei a resenha com o estrofe do poema de Camões porque também se encontra nele e quem não quer ser feliz, né?, porque o amor é uma peça importante para isso. Gostei bastante de tê-lo lido.

Desejo muito amor a vocês <3

Lançamento Editora Belas-Letras

quinta-feira, 20 de junho de 2013



Belas-Letras lança songbook de Vitor Ramil

Dividida em cinco partes, obra tem contribuições de Luís Augusto Fischer e Juarez Fonseca

O músico, cantor e compositor Vitor Ramil ganha um novo produto no mercado: um songbook à altura de quem é considerado uma das grandes referências da música popular brasileira. Completo, com uma biografia ilustrada, partituras, cifras, afinações e diagramas de suas canções, o livro chega neste mês pela editora Belas-Letras.

“O romance se estrutura com fotos e textos, sem buracos neste raro tecido, elas sendo um conjunto de fotos antigas de Pelotas, lindas e frias (publicadas em álbum em 1922), eles sendo pequenas ficções por assim dizer brotadas das fotos, às vezes, e noutras vezes o relato, em primeira pessoa, do protagonista, que vai contando o que lhe sucedeu desde que retornou a Satolep até o desfecho, que não convém evocar aqui, porque se trata de uma revelação-chave para a complexa estrutura concebida pelo autor”, apresenta o escritor Luís Augusto Fischer na introdução do livro.

Com um talento ímpar, o pelotense Vitor Ramil já teve suas músicas gravadas por outros grandes artistas de renome internacional como Gal Costa, Ney Matogrosso, Zizi Possi e Mercedes Sosa. Sua trajetória, desde a infância até a fase atual – incluindo os principais shows e encontros – é descrita nesta obra por uma mescla de textos seus e com pesquisas do crítico musical Juarez Fonseca.

As partituras, que compõem uma das cinco partes em que o livro é dividido, foram escritas pelos músicos Vagner Cunha e Fabricio Gambog, e revisadas por Ramil. O songbook contém ainda as letras de suas canções, algumas imagens inclusive ainda nos rabiscos do rascunho, e sua discografia completa.


Resenha do livro: Inferno de Dan Brown

segunda-feira, 17 de junho de 2013




                  Título original: Inferno
                  Editora Arqueiro
                  Literatura estrangeira/Ficção
                  Número de páginas: 448


Sinopse: Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios" e "O Símbolo Perdido" e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.


Esse livro é fantástico, adorei cada página porque a história é muito bem pensada e além de ter muita ação, mistério e enigmas, possui uma lição de moral enorme e um aviso sobre as conseqüências da superpopulação mundial. Dan Brown soube mais uma vez criar um livro que prende muito a atenção e é quase impossível parar de ler. Eu já li O Código da Vinci e Anjos e Demônios do autor e adorei ambos porque os enigmas que ele cria são muito inteligentes e adoro livros assim.

Inferno tem uma diferença dos demais, pois seu foco central não é a religião embora tenha muitos pontos de passagem por ela, por exemplo, com os símbolos cristãos, mas achei isso um ponto positivo. Nesse livro a grande inspiração é A Divina Comédia de Dante Alighieri, especificamente Inferno, o primeiro livro da trilogia que conta com Purgatório e Paraíso. Confesso que nunca tinha li esse clássico, mas enquanto fui lendo o livro procurei conhecer essa obra e pretendo ler em breve. Também tive que procurar o quadro do Mapa do Inferno de Botticeli que é inspirado no Inferno de Dante para entender o que Langdon queria dizer, já que fiquei super curiosa.

Mas vamos para a história: Robert Langdon em um belo dia acorda em um hospital com um ferimento na cabeça e para seu espanto com amnésia em Florença na Itália. A bela médica Sienna lhe diz que tentaram o matar e inesperadamente uma mulher invade o hospital e o tenta matar novamente. Landon fica desesperado e Sienna o ajuda a fugir, levando-o para sua casa. Lá ela descobre uma cápsula com identificação biométrica costurado na gola do casaco de Langdon e como ele não se lembra de nada descobrem que está registrada na digital dele. Ele a abre e dentro contém um dispositivo que se chacoalhado liga um ideograma do quadro de Boticelli: O Mapa do Inferno que foi manipulado digitalmente. Langdon liga para a embaixada americana e quando pensa que está a salvo, um bando de homens de preto estão querendo matá-lo também.

"Seu instinto lhe dizia, sem sombra de dúvida, que ele estava no lugar certo. Além disso, embora ainda não soubesse por que, tinha a clara sensação de estar a poucos instantes de encontrar o que buscavam." pág 149

Sienna e Langdon começam uma jornada frenética enquanto tentam fugir dessas pessoas e ao mesmo tempo ele tem que decifrar as charadas que começa com a frase: cerca treva ou “Busca e encontrarás”. Cada pista vai levando para a outra e todas estão ligadas com Dante e com seu épico poema Inferno. Confesso que as cenas dos enigmas são as minhas preferidas porque as acho incríveis e também porque adoro onde elas normalmente se encontram que são lugares e objetos históricos.

A paisagem de Florença é de tirar o fôlego e já é uma das cidades italianas que quero muito mesmo conhecer. Além de Florença, eles passam por Veneza e Istambul e todas são fantásticas. O grande culpado que está por trás dessa corrida desenfreada é um cientista gênio chamado Zobrist que de tanto não ser ouvido pelos órgãos competentes sobre a superpopulação mundial, resolveu criar em laboratório um agente infeccioso de poder global para tentar deter o fim da humanidade. Zobrist é aficionado em Dante e era um admirador da peste negra porque conteve o crescimento populacional na época e permitiu o florescimento da Renascença, então tudo leva a crer que ele criou uma peste para reduzir o número de habitantes.

A narrativa está em terceira pessoa e é super fluida. Apesar de ser um livro grosso, a leitura é super fácil, gostosa e envolvente. É um livro que se passa em 24 horas por isso sua agilidade, já que lemos e quando nos damos conta  terminamos e nem sentimos de tão boa que é. Nas partes que são faladas sobre o problema da superpopulação me fez refletir demais porque fiquei apreensiva com o futuro da humanidade se continuarmos nesse ritmo. Achei ótima essa abordagem de Brown, já que essa mensagem será passada para a enorme quantidade de pessoas que leram ou lerão esse livro.

"A verdade só pode ser vislumbrada através dos olhos da morte. Sienna repetia as palavras mentalmente enquanto vasculhava cada centímetro da brutal cena de batalha de Vasari, na esperança de que algo se destacasse. Viu os olhos da morte por toda parte." pág 149

No decorrer da história conhecemos o Consórcio, que é uma organização que oferece serviços para quem é podre de rico e tem como diferencial a discrição e não fazer perguntas aos seus clientes. Zobrist é um desses clientes e criou esse agente no tempo que ficou escondido até mesmo de sua grande inimiga, a Dr. Sinskey, diretora do Organização Mundial de Saúde. Mesmo com perfis tão diferentes todos se unirão para tentar deter essa ameaça que Zobrist deixou através dos enigmas baseados em Dante e de um vídeo.

No meio para o final dá uma reviravolta na história que adorei e fiquei admirada porque Langdon descobrirá a verdade por trás da sua amnésia e as cenas finais são ótimas, já que fiquei apreensiva. A conclusão do mistério foi muito coerente e deixou no ar um assunto para se pensar. Todo esse universo criado baseado no poema de Dante ficou muito bom, deu um toque sinistro na história e as paisagens do livro são um destaque a parte.

Sou fã do Brown, digo com toda a certeza, porque seus livros são perfeitos para mim que sou uma amante de história, de lugares incríveis, de enigmas e de uma boa trama. Robert Langdon é uma personagem brilhante e que conquista o leitor. Espero que Brown crie mais e mais história com Langdon.

A capa está maravilhosa para mim, já que a achei divina e fico babando sempre que a olho. A diagramação é simples com folhas amareladas. Parabenizo a Arqueiro pelo ótimo trabalho. Super hiper mega recomendo Inferno!!!!!!

Sorteio Arqueiro em Dose Dupla

domingo, 16 de junho de 2013
Oláááá!!!  

Pensando em presentear vocês com dois super lançamentos e óóóótimas leituras, os blogs Entre Páginas e Sonhos e Super Bookaholic se juntaram em parceria com a Editora Arqueiro para promover esse super sorteio só pra vocêêêês \o/





Regras:
Ter endereço de entrega no Brasil;
Preencher o formulário abaixo;
As entradas obrigatórias são: seguir os 2 blogs participantes, curtir as páginas dos blogs e da Editora Arqueiro e comentar no post. As demais entradas do rafflecopter são chances extras, quanto mais participar, maiores as suas chances de ganhar!! 


Considerações:
O ganhador terá até 3 dias para responder o e-mail de contato, caso contrário será realizado um novo sorteio;
O livro será enviado em até 30 dias úteis após a divulgação do resultado;
A Editora Arqueiro é responsável pelo envio de cada exemplar.

Boa sorte a todos! 

a Rafflecopter giveaway

Minha Caixinha do Correio #15

sábado, 15 de junho de 2013
Olá pessoal,

Desculpem a demora em postar a minha caixinha do correio (já fez um mês que postei a última), mas prometo que postarei com mais frequência. Esses livros recebi nos últimos 30 dias, porém já chegaram outros que deixarei para mostrar na próxima. 

Vamos lá que tem muitos livros maravilhosos *.*






Cortesias


Recebi Inferno de Dan Brown da editora Arqueiro e já li (será a próxima resenha que postarei). Adorei o livro e veio com um kit muito lindo: 1 bolsa personalizada e um botton que amei!!!!!. Muito obrigada Arqueiro :)






Recebi Domitila de Paulo Rezzutti da editora Geração e amei porque estava louca para ler. Adoro conhecer mais sobre a história do nosso país e esse livro é a biografia de uma personagem importante: a Marquesa de Santos. Será minha próxima leitura e talvez terá sorteio. Obrigada Geração :)





Recebi O Guardião de Nicholas Sparks da editora Arqueiro. Já li e adorei, além de ter vindo com marcadores e botton. A resenha está aqui e terá sorteio  \0/. Obrigada Arqueiro :)





Recebi Casa Limpa e Arrumada de Donna Smallin da editora Gente. O livro é muito interessante e logo terá resenha. Obrigada Gente :)





Compras


Comprei no site da Saraiva os livros A Culpa é das Estrelas de John Green (minha irmã que pediu muito para que eu comprasse logo e aproveitei porque estou curiosa para ler) e Anna e o Beijo Francês de Stephanie Perkins que estava com um preço ótimo. Ainda não os li, mas pretendo fazer isso em breve.






Parcerias


Recebi O Advogado da Vida do autor parceiro Jean Postai junto com marcadores. O livro foi a minha última leitura e gostei bastante. Resenha em breve. Obrigada Jean :)





Recebi Amor - O Caminho para a Felicidade do autor parceiro Vilko Lacerda. Também já li o livro e gostei. Em breve resenha. Obrigada Vilko :)




Sorteio


Ganhei Garota Tempestade de Nicole Peeler no sorteio do blog Lost Girly Girl da Michelle. Fiquei super feliz!!! Obrigada editora Valentina :)



Gostaram de quais?
Beijos

Resenha do livro: Muito Além da Loucura de Marcelo Simões

quinta-feira, 13 de junho de 2013




             Editora Geração
             Literatura nacional/biografia
             Número de páginas: 278

Sinopse: Marcílio Moura Maia tinha apenas 19 anos quando engendrou e deu cabo de um plano macabro para ficar com a herança do pai, um bem-sucedido empresário português que chegou ao Brasil muito jovem e fez fortuna vendendo tecidos. A ideia inicial era assassinar o pai e o irmão esquizofrênico, sobre o qual deveria recair a culpa e cuja a morte deveria parecer suicídio. Mas a mãe e a avó se interpuseram em seu caminho e também foram eliminadas. Louco ou alguém desprovido de qualquer valor sentimental e moral? É o que você vai descobrir em Muito Além da Loucura, uma história dramática e repleta de suspense, intrigas e emoções. É leitura de tirar o fôlego da primeira à última página.


Muito Além da Loucura é um livro baseado em fatos reais. O caso ocorreu na Bahia nos anos 70 e chocou o Brasil e o mundo com uma grande repercussão da mídia no qual Marcílio, um rapaz de 20 anos, mata o pai Fernando, a mãe Anita, a avó Laura e o irmão João, diagnosticado com esquizofrenia. Ele arquiteta o plano sozinho e coloca provas falsas contra o seu irmão porque no seu entender uma pessoa com deficiência mental seria o primeiro suspeito de um crime tão bárbaro.

Inicialmente ele ele planeja matar seu pai e seu irmão porque tinha ódio de seu pai, um imigrante português que venceu no Brasil mas que era rígido e não demostrava afeto por sua família e com seu irmão morto, colocariam a culpa nele e assim teria mais parte da herança. Seus outros irmãos Nei, Vânia e Mariá, portadora da síndrome de Down, ficam horrorizados com a chacina e principalmente quando descobrem que o verdadeiro culpado dessa barbaridade é Marcílio.

A família Moura Maia apesar de ser super importante em Salvador tinha problemas em casa. A filha mais velha Vânia com 27 anos e já casada e Nei com 22 anos eram os preferidos porque eram formados e não davam trabalho ao pai, porém João com 24 anos manifestou a esquizofrenia na adolescência (Marcílio era o único que lia os cadernos dele e o amava do seu jeito), Mariá com 11 anos nasceu com síndrome de Down (Fernando na sua ignorância culpava a esposa pela condição da filha) e Marcílio era viciado em drogas, não gostava de estudar e cometia pequenos roubos na loja do pai aonde trabalhava obrigado. Uma família complicada.


"Marcílio seguiu em busca da sua última vítima, João. Limpou suas digitais no rifle e o impregnou com as impressões do irmão. Voltou no corredor e colocou a arma encostada na parede." pág 12

O livro é narrado em terceira pessoa e além de falar sobre Marcílio, conta sobre a investigação feita pelo delegado Carvalho, sobre os irmãos e sobre as mulheres que se envolveram com Marcílio quando ele também estava preso. Marcílio era viciado em drogas e levamos a entender que também teria um distúrbio psicológico no qual todos acreditam mas só posso dizer que o final é impressionante, nunca imaginaria isso.

A escrita do autor é super fluída porque me fez ficar presa na história e no livro e ao mesmo tempo chocante porque mostra um lado bem obscuro das pessoas, principalmente de Marcílio, que por sua ambição e ódio quase dizimou toda a família. Também vemos como a droga e a bebida são maléficas e as cenas da prisão também são bem indigestas.  

O livro me fez pensar até que ponto a maldade humana pode chegar porque matar qualquer pessoa, principalmente, os pais é um ato inadmissível e o que deve passar na cabeça das pessoas que comentem essa atrocidade. Também vemos como a política e as prisões são corruptas, um absurdo.

Achei a capa super interessante, as páginas são amareladas e a diagramação é simples, mas em cada começo de capítulo tem um alvo. Esse livro tem um assunto um pouco pesado mas como eu gosto desse gênero e de biografias, eu adorei e recomendo para quem se interessa pelo assunto.

Sorteio A Linhagem

terça-feira, 11 de junho de 2013


Olá,

Olha que maravilha, a autora Camila Dornas disponibilizou um exemplar de A Linhagem para sorteio porque a resenha teve muitos comentários. Viu como a participação de vocês é super importante :).

O sorteio em parceria com a Camila Dornas dará como o prêmio 1 exemplar do livro A Linhagem autografado + marcadores!

As regras obrigatórias são bem fáceis:
  • Seguir blog Entre Páginas e Sonhos
  • Seguir blog Camila Dornas
  • Curtir fan page do Entre Páginas e Sonhos
  • Curtir fan page A Linhagem
  • Comentar no post
E tem muitas entradas extras, então aproveitem!!!!!!

Boa sorte a todos *.*

a Rafflecopter giveaway

Resenha do livro: A Sinfonia da Morte - Trilogia O Grito Vermelho de Bruno Godoi

domingo, 9 de junho de 2013





               Editora Novo Século
               Literatura nacional/suspense
               Número de páginas: 320

Sinopse - O Grito Vermelho - A Sinfonia da Morte: Um crime: doze corpos encontrados em uma região mística do norte da Mongólia. Um agente especial francês em luta contra seus mais íntimos inimigos: “os próprios pesadelos”. Um padre exorcista do Vaticano. Um assassino letal e misterioso que cruza o caminho das investigações do governo francês e do Vaticano, pondo em risco a segurança dos agentes e dos padres. Segredos são aos poucos apresentados e revelam as angústias e os pecados impressos nos homens. O Grito Vermelho: o lamento silencioso da alma…

A Sinfonia da Morte é o primeiro livro da trilogia O Grito Vermelho. Nele são apresentados personagens bem diferentes entre si dando destaque ao Simon, investigador que é atormentado por um trauma do passado. Podemos dizer que é um thriller com toques sobrenaturais e de horror.

A história começa com 12 mortes na Mongólia onde as cabeças foram  estouradas de dentro para fora, deixando-as enigmáticas. Para essa missão é convocado um grupo de investigadores franceses, incluindo Simon, Susannah, Deneuve, Patrick, Martin, Adam e John. Cada um tem uma característica importante e personalidade diferente no decorrer da história. 

Nisso aparece um padre exorcista espanhol, Kazarras, que é convocado pelo chefe de Simon e um grupo de 5 aposentados brasileiros entre policiais, professor e um estrangeiro Cassano, que é amigo de Kazarras, já que Simon tem como dica uma suposta relação das mortes com o Brasil, mais especificamente Rio Vermelho.


"Simon abaixou os olhos e fitou seu próprio reflexo no vidro. Olhava para si e sentia como alguém  tentasse adentrar através de seus olhos e ir de encontro ao interior de seu ego, ao centro de seus temores e medos: até a sua alma." pág 88

Entra também na história o Fantasma ou Leopardo, um homem que está ligado com esse mistério, mas que não descobrimos especificamente para quem ele trabalha. Ele é muito profissional e executa com muita eficiência suas ações.

Durante o livro acontecem várias mortes estranhas e intencionais, alguns personagens sentem forças ocultas e tem um clima misterioso e tenso. Esse livro deu uma abrangência geral do que está por vir nos próximos volumes. Nele são apresentadas muitas informações, personagens e situações diferentes que aparentemente estão relacionadas com as mortes na Mongólia.

Durante a narrativa que está em terceira pessoa, todo começo de capítulo apresenta o local, a data e a hora que as histórias são contadas, deixando assim fácil para o entendimento. Na verdade, parece que as situações não tem a ver entre si mas sabemos que tem muita coisa envolvida nesse mistério que infelizmente não são reveladas nesse livro, exceto o motivo do trauma de Simon.

A diagramação está belíssima porque apresentas muitas ilustrações que tem a ver com a história e o melhor é que o leitor pode ter uma interação midiática durante o decorrer da história com os enigmas propostos. A capa está muito legal também e as páginas são amareladas.

A trilogia O Grito Vermelho veio para aguçar nossos sentidos e apresentar uma leitura diferente e interessante. Quero muito ler a continuação. 

Em breve haverá sorteio de um exemplar do livro \0/, aguardem!!!

Resenha do livro: Sete Dias Sem Fim de Jonathan Tropper

quinta-feira, 6 de junho de 2013




                Título original: This is where I leave you
              Editora Arqueiro
              Literatura estrangeira/humor/drama
              Número de páginas: 304


Sinopse: Judd Foxman pode reclamar de tudo na vida, menos de tédio. Em questão de dias, ele descobriu que a esposa o traía com seu chefe, viu seu casamento ruir e perdeu o emprego. Para completar, seu pai teve a brilhante ideia de morrer. Embora essa seja uma notícia triste, terrível mesmo é seu último desejo: que a família se reúna e cumpra sete dias de luto, seguindo os preceitos da religião judaica. Então os quatro irmãos, que moram em diversos cantos do país, se juntam à mãe na casa onde cresceram para se submeter a essa cruel tortura.Para quem aprendeu a vida inteira a reprimir as emoções, um convívio tão longo pode ser enlouquecedor. Com seu desfile de incidentes inusitados e tragicômicos, Sete dias sem fim é o livro mais bem-sucedido de Jonathan Tropper. Uma história hilária e emocionante sobre amor, casamento, divórcio, família e os laços que nos unem – quer gostemos ou não.

Sete Dias Sem Fim é um livro que me fez refletir na mesma proporção que que me fez dar boas gargalhadas porque achei a escrita do autor sensacional. As nuances da história são bem trabalhadas e pude sentir toda a confusão e sentimentos de Judd, deixando o livro tragicômico.

A história dele é trágica: No aniversário de sua mulher Jen, Judd com então 35 anos e casado a quase 10 anos, a flagra na cama com seu chefe, Wade. A partir daí sua vida vira de cabeça para baixo completamente porque fica sem o emprego, sem a esposa e seu pai falece. Com o último pedido do pai, toda a família de Judd se reúne para cumprir o Shivá,  ritual judeu, já que todos estão meio afastados um dos outros.


"Não há nada na vida, nada mesmo, que nos prepare para a experiência de ver nossa mulher trepando com outro homem. É um daqueles acontecimentos surreais que imaginamos em um ou outro momento, mas sem qualquer definição, como morrer ou ganhar na loteria." pág 21

Judd se reúne na casa de sua mãe com Paul, o irmão mais velho e a esposa dele, Alice; Wendy, sua irmã e o marido dela, Barry e Phillip, o irmão caçula e a noiva dele, Tracy. Eles não conseguem demonstrar seus sentimentos tornando essa convivência uma ótima oportunidade para que seus laços se fortaleçam, além de rolar várias situações bizarras, engraçadas e/ou tensas.

Todo o livro é narrado em primeira pessoa por Judd. Eu ri horrores com as observações que ele faz nas cenas ou de sua própria vida. Adorei demais esse lado cômico do livro mas em compensação, a parte trágica também é muito trágica, fiquei deprimida por ele, mas é isso que o torna um livro tão bom. Essa mistura de sentimentos enriqueceu o livro.

Além de Judd ter sido traído, Jen que teve um aborto uma vez durante o casamento deles, fica grávida e para a surpresa de todos é de Judd, já que Wade é estéril. Isso embaralha ainda mais a cabeça de Judd e não é por menos, né. Imagine a situação.

Todos os irmãos tem uma personalidade diferente um do outro: Paul é o mais reservado e sério e está tentando ser pai, Wendy tem 3 filhos pequenos e um marido que não dá muita atenção a ela; Phillip é o irmão que mais dá trabalho a família e Judd está num momento complicado da vida. A mãe é uma figura, super divertida e aberta, o final dela é super diferente. Durante o livro vamos nos deparamos com os dramas de cada personagem.


"O show continua. Estamos todos de volta às nossas cadeiras da shivá... O restante de nós encara a platéia como uma banda de rock em turnê: mesmo repertório, público diferente." pág 146

O pai deles era um homem rígido que não demonstrava afeto pelos filhos depois que cresceram mas todos guardam ótimas lembranças. O falecido pai se dedicou muito ao trabalho e deixou lojas de materiais esportivos para a administração deles e embora não estejam numa situação tão boa, é o que tem.

Durante o livro vamos entendendo melhor cada personagem. O que mais gostei foram Judd, a mãe e Phillip porque são engraçados e verdadeiros. Também são apresentados Jenny, um antigo amor de Judd e Horry e Alice, vizinhos da mãe. Judd vai relembrando de sua vida e tentando dar rumo a sua nossa situação. Achei sensato como acabou o livro.

O livro me tocou. Gostei demais da história e da forma como ela foi contada com humor e tragédia. A narrativa flui muito bem e é uma delícia. As partes do livro são divididas pelos 7 dias da semana e os capítulos apresentam a hora que acontece a cena. A capa está linda demais, adorei as cores escolhidas e o design. Fiquei super curiosa para ler os outros títulos do Jonathan Tropper. As páginas são amareladas e a diagramação é simples.

Recomendo para quem quer dar boas risadas e degustar uma história diferente e trágica.

Lançamentos Editora Arqueiro e Sextante/Junho

terça-feira, 4 de junho de 2013
Editora Arqueiro

Dhor sempre foi obcecado por enumerar coisas. Quando percebeu um padrão entre o nascer e o pôr do sol, ele aprendeu a contar os dias.Movido por uma curiosidade ingênua, Dhor estava aprisionando a maior dádiva de Deus: o tempo. E pagaria um preço alto por isso, sendo banido para uma caverna durante seis milênios.Depois de compreender o mal que havia criado ao fazer a vida girar em torno de um relógio, Dhor é mandado de volta à Terra com uma missão: ensinar a duas pessoas o verdadeiro sentido do tempo.



Encarregada de investigar as mortes de alguns milionários, a tenente Lindsay Boxer também precisa ajudar sua amiga Cindy Thomas no caso de um morador de rua que foi brutalmente executado. Ao conhecer mais a história daquele homem, Cindy percebe que tem uma preciosidade nas mãos e faz de tudo para levá-la a público, descobrindo, sem querer, a conexão com uma rede criminosa.O Clube das Mulheres contra o Crime precisa desvendar esses mistérios e tem ainda o desafio de se manter unido. Lindsay nota que seu parceiro e Cindy estão cada vez mais próximos e o ciúme estremece a relação dos três, podendo comprometer as investigações. No fim, o Clube pagará um alto preço por se envolver nessas duas caçadas.




Quando tinha 4 anos, Mike Wingate foi abandonado e mandado para um lar adotivo. Agora, já adulto, é casado com uma mulher maravilhosa e tem uma linda filha.Então o inimaginável acontece: Mike depara com demônios de um passado do qual nem mesmo se lembra e recorrerá a um velho amigo para manter sua família a salvo.






Editora Sextante






Eu quero ler os três, e vocês, se interessaram por quais?
Beijos

Resenha do livro: Perdidos na Tradução de Iuri Abreu

domingo, 2 de junho de 2013



            Editora Belas-Letras
            Literatura nacional
            Número de páginas: 288


 Sinopse: Um título de filme mal traduzido tem o poder de amaldiçoar um perfeito romance e de provocar gargalhadas em um típico dramalhão. Não é preciso muita intimidade com a língua inglesa para perceber que as traduções para o português de muitos títulos do cinema americano não são nem um pouco fieis ou coerentes com os originais. Este livro é uma seleção de pérolas divertidamente comentadas pelo professor e tradutor Iuri Abreu. Aqui você vai perceber que, com a ajuda de um tradutor metido a poeta, todo filme pode virar uma comédia.





A proposta desse livro é contar com bom humor sobre as traduções dos títulos em inglês para o português do Brasil e de Portugal. O livro possui o prefácio feito pelo José Wilker e 5 capítulos: A Maldição do Subtítulo; Poesia Pura; Liberdade Total; Fiéis ao Original e Entregando o Jogo. São descritos 240 filmes de diversos gêneros de 1936 a 2013.

Segue um exemplo de cada capítulo:



Capítulo 1 - A Maldição do Subtítulo

Moulin Rouge é lindo!!!!






Capítulo 2 - Poesia Pura






Capítulo 3 - Liberdade Total





Capítulo 4 - Fiéis ao Original 

Pequena Miss Sunshine é maravilhoso e super divertido!!!






Capítulo 5 - Entregando o Jogo

Quem quer ser um milionário é incrível!!!!




A capa está uma graça: o dinossauro e o título estão em um pequeno auto-relevo, as páginas são brancas e para cada lado da folha há um comentário de um filme com foto e as traduções.

Só reparei em um erro. Colocaram a foto do livro Fallen em um filme de mesmo nome mas que foi gravado em 1998. Editora, consertem o erro na próxima edição.

Gostei bastante porque achei esse formato bem criativo e é ótimo para passar o tempo, além de dar algumas risadas. Com esse livro peguei várias dicas de filmes bem legais que pretendo assistir, além de me ajudar a conhecer novas palavras e expressões em inglês.

OBS: Me desculpem pela péssima qualidade das fotos mas é o que deu para fazer rsrs
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...