Resenha do livro: Garota, Interrompida de Susanna Kaysen

quinta-feira, 19 de setembro de 2013




                Título original: Girl, interrupted
                Literatura estrangeira/biografia
                Editora Única
                Número de páginas: 190

Sinopse: Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Keysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era logo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma. Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é sanidade? Garotas interrompidas.


Garota, Interrompida é um livro auto-biográfico de Susanna Kaysen, uma americana que em 1967 com apenas 18 anos foi internada em um hospital psiquiátrico depois de ser diagnosticada com 'transtorno de personalidade limítrofe', após tentar se suicidar tomando 50 aspirinas. 

A partir dos próximos 2 anos, ela fica excluída do mundo e passa somente a ter convivência das enfermeiras, médicos, algumas visitas e de outras pacientes como Daisy, Polly, Georgina e Lisa, garotas que devido a algum desequilíbrio mental são colocadas nesse hospital, afim de não atentarem contra suas próprias vidas e para buscar a curar.

O livro é narrado em primeira pessoa por Susanna e com isso conhecemos o dia-a-dia tedioso do hospital, sua relação com as outras pacientes e com suas "guardiãs", sua busca por sua própria sanidade e reflexões sobre ela mesma. Em vários capítulos, ela passa para os leitores o que pensava naquela época sobre ela mesma, o que é ter uma mente doente e tem passagens bem filosóficas que não me prenderam muito, mas que são importantes para compreender a situação em que ela se encontrava (o motivo de não ter dado 5 estrelas).

"Portanto, a oportunidade de ser encarcerada era simplesmente atraente demais para que eu resistisse a ela. Era um "não" descomunal - o maior "não" do lado de cá do suicídio. Um raciocínio perverso. Por trás dessa perversidade, porém, eu sabia que não estava louca e que eles não poderiam me manter trancafiada em um hospício." pág 53

Os capítulos são curtos e contam como ela foi parar no hospital psiquiátrico, de como era sua vida antes e depois desse episódio marcante (porque ela conseguiu a cura do seu problema) e explica qual era realmente o seu diagnóstico. O hospital psiquiátrico era um local difícil, já que as pacientes não podiam usar nada pontiagudo ou cortante sem supervisão, eram constantemente vigiadas e tomavam muitos remédios, ou seja, era um tédio. 

A razão principal da dificuldade de ser uma interna em um hospital psiquiátrico é o preconceito, já que as meninas são marcadas pela sociedade, excluídas de uma convivência normal, mesmo depois de receberem alta. Enquanto elas estão internadas, às vezes saiam para o mundo real e sempre eram encaradas pelas pessoas, tratadas como se fossem de uma classe inferior de humanos. Triste isso!

O livro é bem direto, cru e sem rodeios, pois mostra como é realmente o dia-a-dia nesse ambiente e de suas limitações. Também mostra como a mente pode mudar completamente o comportamento de uma pessoa e como está no livro, nem mesmo os médicos entram em consenso, já que os neurocientistas cuidam do cérebro e os analistas cuidam da mente.

A diagramação está muito caprichada com o título dos capítulos marcados e em todo livro temos os prontuários de Susanna dando um toque bem intimista. A capa está linda demais na cor rosa bem vibrante e com escritos brilhantes em toda extensão. A editora fez um belíssimo trabalho!

Eu gosto muito de biografias porque sempre coleto lições de vida ao final de cada leitura e com esse livro eu percebi que sempre há esperança de dar tudo certo no final, mesmo que a sociedade te julgue ou te coloque para baixo. Recomendo com certeza!

49 comentários:

  1. Eu adoro este livro!
    É um dos meus favoritos.
    O filme também foi bom, mas o livro é sensacional!
    Muito legal você mencionar...

    xoxo

    Belle

    ResponderExcluir
  2. Histórias reais, cruéis e sem rodeios estão me atraindo muito ultimamente. Esse livro está na minha lista de desejados, vou ler com certeza!

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. A capa não me atrai, mas o título me atrai muito, adorei sua resenha e espero ter oportunidade de ler o livro e gostar. Me interesso bastante por histórias reais e sem rodeios kkkk
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie :)

    Eu não me interesso muito por esse livro talvez pelo trema que ele trata ou algo assim, quem sabe um dia dou uma chance a ele, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar desse livro
    tem até um filme

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angela,
      Ainda não vi o filme, mas quero!
      bjs

      Excluir
  6. Hey
    Até hoje não assisti o filme haha

    Adorei a resenha, realmente dizem que o livro é ótimo.
    E gostei da definição que você deu: cru..
    Espero ler, o mais breve o possível

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Puxa! não li e nem vi o filme... to mal na fita. (So a resenha)
    Bjs
    excelente final de semana
    Ritinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ritinha,
      Quem sabe você consegue ler um dia :)
      bjs

      Excluir
  8. Oi Joyce,

    Li apenas uma biografia em minha vida e gostei bastante. Garotas Interrompidas parece uma leitura mais densa né? Pela sua resenha o dia a dia no hospicio onde essa garotas foram internadas é uma barra. Titulo bem justificado. Garotas Interrompidas. Uma interrupção na vida dessas meninas. Ótima resenha.

    Abraços.

    http://milvidasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jeferson,
      É densa sim. Foi uma interrupção mesmo.
      Obrigada ^^
      bjs

      Excluir
  9. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  10. Oi Joyce!
    Hm... Esse livro vem sendo bem comentado pela blogosfera.
    Ao certo, não sei se realmente curtirei a leitura. Parece-me uma história sem muitos acontecimentos interessante. Entretanto, por ser um livro curto, talvez ainda dê uma chance. Mas não criarei expectativa alguma.
    Curti saber sua opinião; bem esclarecedora.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  11. Muito legal as dicas. Já ouvi falar muito deste livro, e muito bem. E tem filme... não sabia!!! Valeu a atualização :D

    ResponderExcluir
  12. Já tinha ouvido deste livro mas não achei muito interessante e a capa também não meu chamou muita a atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lidi,
      Cada um tem um gosto diferente, né :)
      bjs

      Excluir
  13. Já tinha ouvido falar do livro, tem alguma relação com o filme?

    bjo
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  14. Estou louca pra ler esse livro,
    minha professora de saúde mental me recomendou assistir
    o filme, mas quando soube do livro logo logo quis lê-lo

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Hello I'am Chris From France!!
    You Have A Wonderful Blog Which I Consider To Be Registered In International Blog Dictionary. You Will Represent Your Country
    Please Visit The Following Link And Comment Your Blog Name
    Blog Url
    Location Of Your Country Operating In Comment Session Which Will Be Added In Your Country List
    On the right side, in the "green list", you will find all the countries and if you click them, you will find the names of blogs from that Country.
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
    Happy Blogging
    ****************
    Hola! Después de visitar tu blog, te invito a unirse a nosotros en el "Directorio de Blogspot Internacional"
    "El Directorio internacional de Blogspot" Es de 173 países y miles de blogs, que está registrando, y después de nuestro blog en el que tendrá muchos más visitantes
    Pues este es el muy simple, sólo tienes que seguir nuestro blog, escriba su país, la URL del blog, y automáticamente se integrarán en la lista de países.
    Tenemos la suerte de estar en la plataforma de Blogspot, que ofrece la oportunidad de hablar con el mundo a compartir con nosotros las diferentes pasiones, la moda, pinturas, obras de arte, fotografías, poemas y así ser capaz de encontrar en otros países las personas con pasiones similares.
    Creo que esta comunidad también podría interesarle.
    Tiene un gran día con la esperanza de que siga nuestro blog "Directory".
    Después de su aprobación para unirse a nosotros, usted recibirá su tarjeta de identificación
    Saludos
    Chris
    Para averiguarlo, haga clic en el enlace de abajo:
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    La inscripción para el blog "Directorio", son gratis.
    Sólo te pedimos seguir el blog. Gracias por su comprensión

    ResponderExcluir
  16. Obrigada pelo carinho , vim seguir vc ,vem me seguir tbm bjs...
    http://drea-amigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Gostei da resenha e me interessei pelo livro *--*
    Beijos, fica com Deus.

    lendoeaprendendoblog.blogspot.com SIGO TODOS DE VOLTA.

    ResponderExcluir
  18. Gostei da resenha. E gostei do livro, ele é bem forte, no momento em que um personagem se mata eu fiquei bem pesarosa. Na verdade todas elas foram trancadas ali, afastadas do convívio social, por serem diferentes. Nenhuma foi curada.Mas acho que elas se forçam a aparentar a "normalidade" que a sociedade tanto exige.

    Beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana,
      É triste mesmo.A sociedade é discriminadora, deve ser uma situação delicada.
      bjs

      Excluir
  19. Nunca li mas parece bem interessante! Adorei a resenha, ficou ótima.
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  20. Gostei da resenha do livro, achei bastante interessante.
    É uma pena eu ainda não ter ele em mãos, mas espero em breve tê-lo por aqui.

    Beijos ;*
    Clicando Livros

    ResponderExcluir
  21. Oi Joyce!

    Não conhecia esse livro e achei bem interessante, a temática é legal e fiquei curiosa para ler. A sua resenha foi ótima. Realmente parece ser uma ótima leitura!

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Joyce.
    Esse parece ser um enredo um pouco denso, mas uma ótima história.
    Tenho uma vontade de ler o livro, e assim que possível a leitura será feita.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  23. Eu assisti ao filme com a Angelina Jolie, é bastante tenso e uma lição de vida. Mas o livro nunca tinha visto mas está sendo bem comentado.

    Abraços,
    Greice Negrini

    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  24. Aah! Estou louca para ler esse livro! *u*

    ResponderExcluir
  25. Nossa, Joyce, a capa do livro não chama atenção, com uma resenha tão gostosa de ler, pelo menos, a capa deveria ter uma chamativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edilaine,
      Pessoalmente a capa é mais bonita.
      Obrigada
      bjs

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o blog.
Deixe seu link para que eu possa retribuir.
Obrigada e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...