Resenha do livro: Enquanto Eu te Esquecia de Jennie Shortridge

quinta-feira, 22 de maio de 2014




                  Título original: Love water memory
                  Editora Única
                  Literatura estrangeira/Romance
                  Número de páginas: 384

Sinopse: Lucie Walker não se lembra de quem é ou como foi parar nas águas geladas da Baía de São Francisco. Encaminhada para uma clínica psiquiátrica, ela aguarda até que um homem chega afirmando ser seu noivo. Entretanto, com seu retorno para casa, essa mulher sem memória vai tomando conhecimento de sua personalidade antes do acidente, da pessoa controladora, fria e sem vida que era, e dos segredos da infância e da família, assim como da situação do noivado e dos mistérios que podem ter provocado o acidente. Será que ela quer isso de volta? Será que essa nova Lucie conseguirá manter o amor por Grady, ou a oportunidade de recomeçar será sua salvação? Intenso, franco e incrivelmente emocionante, Enquanto eu te esquecia é um livro delicado, que nos questiona sobre a maneira que vivemos e nos lembra que sempre temos uma nova chance de ser feliz.

"Enquanto eu te esquecia" é um livro tocante e reflexivo porque acompanhamos a busca da protagonista pela sua verdadeira história depois de ter sofrido amnésia. Deve ser terrível não se lembrar de nada do seu passado e se esquecer das pessoas que se ama. No livro, descobrimos junto com Lucie como era sua vida antes do ocorrido e torcemos para que o futuro seja muito melhor, já que ela era uma mulher não muito querida e divertida.


Lucie é uma mulher bem sucedida prestes a completar 40 anos e que aparece na Baía de São Francisco sem nenhuma lembrança do seu passado. Ela é encaminhada para uma clínica psiquiátrica e horas depois seu noivo Grady reconhece sua foto e vai até lá para buscá-la, porém ela não se lembra dele. Lucie resolve retornar a sua antiga casa e tentar voltar a sua antiga vida, mas será que ela vai gostar do que vai descobrir sobre ela mesma e será que ela vai se apaixonar novamente por Grady?

Grady é um pouco mais velho que Lucie e é muito simpático e atencioso. Ele tem muitas irmãs e uma mãe protetora, mas ainda sofre pelo pai que morreu quando ele ainda era criança em um acidente de barco. Grady é extremamente apaixonado por Lucie e estavam prestes a se casar depois de 5 anos de namoro, antes do sumiço dela.

"Lucie recostou-se na cadeira e afastou o prato. Como é que ela podia não saber isso, a mais básica das coisas, sobre ela mesma? Não parecia ser ela, não tinha nem um pouco o jeito dela." pág 85

Lucie descobre que seu único parente vivo é a velha tia Helen que ela não gostava e vai querer reencontrá-la para desvendar seu passado, contudo, sua história familiar é marcada por tragédias e foi o que culminou em seu surto e na amnésia. Enquanto isso, Grady está feliz por conhecer uma Lucie mais tranquila, relaxada e não complexada, mas sente falta da Lucie de antes, mesmo que ela nunca tenha relatado sobre o seu passado com ele.

Lucie por sua vez, sabe que Grady ama a antiga Lucie e não sabe o que fazer sobre isso porque descobre que não era uma pessoa muito "legal". A descoberta de seu passado é muito difícil e doloroso, mas vai fazer com que o futuro com Grady seja possível. É muito interessante ver os dois se descobrindo novamente e que o amor que sentiam um pelo outro ainda não morreu.

A narrativa muito fluída está em terceira pessoa e é alternada entre Lucie, Grady e Helen, fazendo com que saibamos mais sobre o passado, as aflições, as dúvidas e os pensamentos de cada um dos personagens. Lucie é uma protagonista corajosa, mas que tem seus problemas pessoais. Lucie e Grady me conquistaram pelas dificuldades que precisam enfrentar para ficarem juntos. 

O passado não pode ser apagado, mas o futuro nós escolhemos e podemos mudar. O livro tem uma história linda, assim como a capa. A diagramação está simples, mas delicada. As páginas são amareladas. Recomendo para quem gosta de uma história envolvente com drama e romance. Adorei!!!


20 comentários:

  1. Nem imagino como é não ser lembrar de nada
    Esse livro quero muito ler,amei a capa e adoro um bom romance

    ResponderExcluir
  2. Esse livro parece ser bem interessante. Já pensou acordar e não se lembrar de nada? Deve ser terrível! Fiquei curioso. Bela resenha!

    Lucas - Carpe Liber
    livrosecontos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito interessada pelo livro! Não sabia que se tratava disso,não. Me lembrou um pouco Roubada, da Lesley Pearse, e Para sempre, do Sparks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria,
      Eu tenho o Roubada, mas ainda não li.
      bjs

      Excluir
  4. É bastante interessante quando o autor coloca o ponto de vista de todos os personagens
    Gostei bastante da dica
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Gostei da premissa.
    A capa me transmite algo bem emotivo, e parece ter um enredo sensível.

    beijos e um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Gostei da capa mas a sinopse não me "encantou".
    Já li duas resenhas desse livro, e não sei pq n consigo nem ter vontade de ler, pq é um tema q eu gosto... kkk estranho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa,
      Estranho mesmo rsrs
      É um bom livro.
      bjs

      Excluir
  7. oi Joyce.
    esse livro parece ser muito lindo, tenho muita vontade de ler. E essa capa é linda demais
    eu gosto de romance e drama, rs, então acho que vou gostar dele

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Joyce, tudo bem?
    Eu lembrei do filme Para sempre, baseado em história real. Deve ser horrível mesmo não lembrar de nada e nem de ninguém. Não sei o que é pior: a pessoa em fase adulta se ver sozinha no mundo que desconhece ou a família que fica de mãos atadas, sem ter o que fazer.
    Mas gostei de uma coisa: ela não era uma boa pessoa de coração e percebeu isso, tomara que ela aproveite a oportunidade para mudar.
    Gostei muito de sua resenha, como sempre, adoro seus textos.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Parece um livro bom, mas confesso q me lembrou muito Para sempre... que foi baseado em fatos reais e escrito pelo proprio casal :3 acho q eu leria esse ai tbm, mas nao agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jack,
      Eu vi o filme Para sempre e é diferente desse livro.
      bjs

      Excluir
  10. Esse livro me fez lembrar de um outro que eu ainda não li mas vi o filme baseado nele, e fiquei apaixonada! Com certeza essa seria uma leitura incrível pra mim!! Ótima dica amiga ;D

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li o livro, mas pelo visto a Lucie teve uma nova chance de consertar a sua vida e, quem sabe, ser feliz. Adoro livros com essa temática de perda de memória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniela,
      Todos merecem uma segunda chance, né
      Leia que vai gostar.
      bjs

      Excluir
  12. Oi, eu tenho vontade de ler o livro, só que não espero muito dele, a capa realmente é linda, e eu não imaginava que a historia fosse reflexiva, adorei isso, ponto para o livro, adorei a sua resenha, e agora me peguei pensando, o como seria horrivel se esquecer do meu passado, de todas as pessoas que amo.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  13. Parece ser um livro muito emotivo e ótimo para chorar, não sei se eu leria.

    ResponderExcluir
  14. Oxi, que tenso '-' acordar e se lembrar de nada...

    Ok, vc disse minhas duas palavras favoritas:drama e romance *u*
    E a capa é simples... bonita.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog.
Deixe seu link para que eu possa retribuir.
Obrigada e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...