Resenha do livro "O Mistério do Círculo" de Leandro Luzone

terça-feira, 29 de janeiro de 2013


     


                 Editora Novo Século - Selo novos talentos da literatura brasileira
                Literatura Nacional - Mistério/Policial
                Número de Páginas: 432


Sinopse: Em Londres, no século XXI, um padre e uma sacerdotisa de uma antiga ordem mística, conhecida como Círculo, envolvem-se em um inusitado caso de amor e tentam ajudar a Scotland Yard a descobrir a identidade do assassino, chamado pela imprensa britânica de O Inquisidor de Londres. Todas as suspeitas apontam a participação da Congregação para a Doutrina da Fé – um órgão da Igreja que substituiu a Inquisição – nos assassinatos das sacerdotisas com instrumentos de tortura e execução.


Obrigada ao autor por ter disponibilizado o livro para a resenha.

Li esse livro em uma ótima hora porque estava ansiando a leitura de um livro com esse estilo, pois é um dos meus gêneros preferidos, recheado de mistério e policial, unindo informações históricas super interessantes, por isso a leitura fluiu rapidamente e de forma muito prazerosa.

A história se inicia com assassinatos de sacerdotisas celtas por um assassino que se auto denomina O Inquisidor de Londres. Uma das sacerdotisas Ayna, uma cientista que pesquisa a cura do mal de Alzheimer através da células-tronco está na lista para morrer e com essa pesquisa ela conhece Gianluca Bonera, um padre que está buscando a cura para a sua mãe com Alzheimer mesmo que as célula-troncos não sejam liberadas pela igreja.

Através desse encontro Ayna e Bonera vão se aproximando cada vez mais e descobrem o amor, mas ao mesmo tempo tentam ajudar o inspetor Moreton na solução do caso antes que Ayna seja a próxima vítima. As mulheres que são assassinadas são sacerdotisas do círculo, uma ancestral ordem mística celta na qual Ayna é responsável por um dos oito sabás existentes, um para cada sacerdotisa.

A Scotland Yard busca encontrar o assassino de qualquer forma e descobre que a Congregação para a Doutrina da fé, a seção de Cúria Romana que substitui a Inquisição pode estar envolvida no caso, já que as sacerdotisas estão sendo executadas com instrumentos assustadores e macabros da Inquisição e são colocados em seus pescoços uma cruz de ferro gravada nela Sancti Officu.

No decorrer do livro vão sendo descritas as seções de tortura e execução das vítimas. É uma morte pior que a outra (como a inquisição é um assunto que gosto de estudar, o livro foi uma ótima oportunidade de conhecer melhor esse assunto). Os instrumentos para vocês terem uma idéia são: mesa da evisceração, roda do despedaçamento, esmaga cabeça entre outros. Terríveis!!!

As paisagens do livro são Londres e sua proximidade, aonde serão realizadas as cerimônias dos sabás e Itália. Elas são muito bem descritas. O livro apresenta capítulos curtos cada um com uma data e a cidade que está inserido e a história ao todo apresenta a duração de 1 ano, deixando a narrativa muito mais rápida e envolvente.

As sacerdotisas sempre são mortas nos dias que serão realizadas as cerimônias da Roda do Ano Celta, deixando Ayna como a última vítima. No meio disso, Bonera começa a companhar as cerimônias e se envolve com essa nova percepção do mundo.

O livro apresenta bastante diálogos sobre os mistérios da vida e sobre a filosofia celta (isso me cansou um pouco por isso dei 4 estrelas, mas é pertinente na história). Agora a resolução do mistério foi sensacional, muito bom mesmo e o final do livro adorei também.

A diagramação é simples com páginas brancas e a capa está bem interessante (apresenta uma cadeira inquisitorial), gostei muito.

Adorei demais esse livro, o tema é simplesmente fascinante e o enredo é maravilhoso. Está como um dos livros históricos que mais gostei. Recomendo para quem gosta desse assunto e de mistério.


Cena de uma das cenas de tortura descrita no livro, só leia se tiver coragem!

O assassino retirou um instrumento de tortura de uma caixa de madeira parecido com um capacete medieval de ferro fundido, com um imenso parafuso na parte superior e uma barra de ferro achatada na base inferior. Cuidadosamente, coloco-a na cabeça de Lewes, ajustando o queixo dela à base de ferro.Mais uma vez, Lewes perdeu o autocontrole.- Por favor. Não faça isso - ela soluçava sem parar, enquanto se debatia.O assassino não lhe deu ouvidos.Rapidamente começou a girar o parafuso.O resultado foi horrendo!Á medida que o assassino girava o parafuso com o máximo de força, a cabeça de Lewes era esmagada no sentido vertical contra a barra de ferro enquanto ela gritava de dor. Subitamente os alvéolos dentários e a mandíbula destroçaram-se. Os grandes olhos saltaram das órbitas oculares e o sangue escorreu pelo rosto. Com a enorme pressão exercida, o cérebro vazou pelo crânio fraturado como uma massa gosmenta.Lewes estava morta e o rosto irreconhecível. Não havia mais uma cabeça acima do pescoço, mas somente um amontoado de tecidos corporais, como uma carne que não fora bem moída.

12 comentários:

  1. Acredite se quiser, tenho medo de ler livros de mistério/terror/suspense e etc. Li Elixir no medo, e olha que o livro Elixir da Hilary Duff nem é tanto assim e eu fiquei morrendo de medo, rs.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  2. Os nacionais estão com tudo!
    Gostei do estilo desse, não conhecia!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. oi joyce indiquei vc a um mem passa lá ..bjs!

    http://diariodeumasonhadora2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Joyce! O livro tem mesmo um bom enredo, tem sim umas partes que acabaram cansando, mas no geral satisfaz o leitor. As cenas de assassinato são bem cruéis.Parabéns pela resenha.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro
    Que bom ser um livro nacional,
    Super apoio esse mercado

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Joyce adoro tuas resenhas flor, são muito bem escritas, mas confesso que esse lance de resenha vai me falir..toda vez que leio uma dessa maneira tão bem feita tenho vontade de comprar o livro...me diz sera que tem tratamento para isso? rsrsr Um bj querida e ate a proxima

    ResponderExcluir
  7. Oi, Joyce parabéns pela resenha...o livro parece ser realmente muito bom e quero ler o meu logo..fiz parceia com o também autor e agora só estou esperando o livro...

    Super beijokas!

    ResponderExcluir
  8. Nossa que ótima resenha, adoro, mistérios suspense e sua resenha me deixou com "Olho gordo" no bom sentido! rs
    http://mundoliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, agora sim me deu vontade de ler esse livro! hahah
    http://ocupcakequeimou.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Faz certo tempo que não leio um romance policial. A história me chamou bastante a atenção *-*

    Com certeza, será o próximo livro do gênero que buscarei!

    ResponderExcluir
  11. Jesus!! Pra quê descrever sanguinolência assim! O_O #chocada! Mas eu ainda quero ler! u_u (foi pra minha listinha!)

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog.
Deixe seu link para que eu possa retribuir.
Obrigada e volte sempre :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...